Segunda-feira o ano chega ao fim e eu e meus botões estamos aqui pensando no 2012 que se vai. Foi um ano bastante interessante para mim, principalmente no quesito musical. Descobri muita coisa nova e acabei percebendo que estou numa fase meio indie, mas atual. Com essa ideia em mente, resolvi fazer um post com uma breve retrospectiva musical, mostrando para vocês um pouquinho do que mais marcou o meu 2012. Lembrando que nem tudo o que vou mostrar aqui foi lançado este ano, tá? Preparados? Então, vamos!


Lana Del Rey
Conheci Lana Del Rey em janeiro, às vesperas do lançamento do álbum Born To Die. Gostei tanto, mas tanto que tive que escrever um post sobre a cantora e suas incríveis músicas com um toque de retrô e sonoridade moderna (que você pode ler aqui). Me acabei de escutar o álbum lançado no início do ano, porém, não caí de amores pelo Paradise Edition. Como a faixa título já apareceu por aqui, vou compartilhar com vocês outra faixa que gosto bastante: Summertime Sadness. (Para escutar, clique aqui).

Ed Sheeran
Já contei para vocês como conheci o Ed Sheeran aqui. Desde então, não consigo largar as músicas desse sujeito ruivo e incrivelmente fofo. Seu álbum de estreia, + (pronúncia: plus), fez a trilha sonora do meu ano com toda a certeza dessa vida. Como no outro post já falei bastante sobre ele, vou compartilhar apenas o vídeo de Give Me Love (clique aqui para escutar), a minha música preferida.

Feist 
Nunca liguei para Feist. E, para ser bem sincera, nunca escutei de verdade nenhum de seus trabalhos até conhecer a música Graveyard em um episódio de One Tree Hill. A mesma música também fez parte da quinta temporada de Gossip Girl. Como gostei muito da música, resolvi escutar o álbum em que a dita cuja se encontra: Metals, de 2011. Por ter uma sonoridade que remete a dias frios, este álbum marcou principalmente o meu inverno de 2012. A faixa escolhida para aparecer aqui no post é The Bad In Each Other. (Para escutar, clique aqui)

Angus & Julia Stone 
Os irmãos australianos Angus e Julia Stone formaram um dueto e inciaram suas carreiras musicais em 2006. Porém, a blogueira que vos escreve só teve acesso à dupla em 2012...não se sabe o porquê. Acredito que a faixa de maior sucesso deles tenha sido Big Jet Plane, do álbum Down The Way, lançado em 2010 e que eu cansei de escutar nas rádios este ano. A dupla faz um som meio folk-indie bastante relaxante. Ótimo para noites de verão ou tardes de inverno chuvosas. Para o post, escolhi a música que considero a mais bela da banda: Yellow Brick Road (clique aqui para escutar). O solo de guitarra no final é muito amor.  ❤

Gotye 
Outro que bombou na minha vida esse ano foi o belga-australiano Gotye - que na verdade se chama Wolden De Backer, mas ok. Neste post aqui, falei bastante sobre o álbum de estreia do cantor e mostrei as minhas faixas preferidas. Apenas acrescentarei que Gotye fez a trilha sonora da minha vida até uns dois meses atrás, quando simplesmente cansei de escutar. A voz dele lembra um pouco a do Sting - e, me matem, mas tem horas que parece a do Bono - e suas músicas combinam muito com dias de outono, meio nubladinhos. A escolhida para o post - obviamente - é a conhecidíssima Somebody That I Used To Know (se ainda tiver coragem de escutar, clique aqui), porém em sua versão original, e não naquele remix HORROROSO que já tive o desprazer de escutar nas rádios.

Blue Foundation 
E, para finalizar a retrospectiva: Blue Foundation. A primeira vez que escutei Blue Foundation foi assistindo Crepúsculo, que tem Eyes On Fire (clique aqui para escutar) na trilha sonora. Na época, 2008, nem liguei. Mas, esse ano resolvi escutar o álbum Life of a Ghost e o fato é que, no momento, este é o álbum da minha vida. Tudo e todas as faixas neste trabalho me agradam. Tudo. Sem exceções. Uma experiência bem agradável que realizei em 2012 foi escutar o Life of a Ghost enquanto lia A Culpa é das Estrelas, do John Green. O resultado foi harmonioso e agradável. Indico o álbum para noites/madrugadas de insônia e dias de temperatura amena.


(Para escutar os álbuns completos, basta clicar nas capas)


7 Comentários

  1. Eu amei Gotye! Coloco pra repetir milhares de vezes, ô música boa de ouvir ^^
    Uma das coisas que ouvi muito esse ano foi Cazuza, pra cantar pro meu filho rs

    Beijos!
    http://pinupinsana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Das bandas que citou a única que eu de fato já parei pra escutar foi Gotye que por sinal até o meu pai gosta hahahaha Lan Del Rey me da sono z_z rsrsrs gosto muito dessa pegada indie ^^

    Beijos Michas! e que 2013 seja melhor pra todos nós \o/

    ResponderExcluir
  3. Não conheço muito das que você citou, o que é ótimo, já termino o ano com musicas novas *-*

    Beijos ;*
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
  4. Não sei qual foi a trilha sonora de 2012 para mim. Só sei que graças a Deus não foi Ai se eu te pego! :)
    Muito bonito o clipe da Lana Del Rey, adorei.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. só conhecia o Gotye, mas vou escutar todos =)

    http://himi-tsu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ei, Michas!
    Ainda não consegui gostar muito da Lana Del Rey, mas já baixei o cd para ver se me livro do preconceito.
    Sou APAIXONADA pelo Ed Sheeran, o cd inteirinho dele é incrível, uma ótima trilha sonora praqueles minutinhos antes de dormir.
    "Somebody that I Used to Know", pelo amor de Deus, só eu sei o quanto gritei e esperneei ao som dessa música esse ano. Um clássico! HAHAHA

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Nossa!!! Muito bacana esse post... Tanta música legal!!! Descobri muitos desses artistas esse ano tb e estou apaixonada por alguns deles. Eu falei da Feist em um post no meu blog e ela tem umas outras músicas em outros álbuns bem legais.
    Boa semana para você
    Beijos

    ResponderExcluir