Em "O Palácio de Inverno", John Boyne nos apresenta a Gueórgui Jachmenev, um senhor russo com seus 80 e poucos anos, que vive em Londres e que, em 1981, está prestes a perder Zoia, o amor de sua vida, que se encontra internada em fase terminal de um câncer. Sabendo da situação de sua esposa, Gueórgui começa a lembrar e narrar alguns acontecimentos da vida que tiveram juntos.

Paralelamente à essa narrativa, um Gueórgui mais jovem, no auge de sua adolescência, nos conta como deixou de ser um mero camponês, filho de lavrador que vivia em uma pequena aldeia no interior russo, para se transformar no mais novo membro da Guarda Imperial do czar Nicolau II, com uma missão especial: ser o guarda-costas do pequeno Alexei, herdeiro do trono russo. Através dos olhos de Gueórgui, podemos conhecer um pouco do que era a vida no Palácio de Inverno, a residência do czar e de sua família, em São Petersburgo. 

No que diz respeito à narrativa, a forma como John Boyne a construiu é muito criativa: ambas se intercalam; a narrativa de Gueórgui velho segue uma ordem decrescente, enquanto a narrativa do jovem Gueórgui ocorre de forma crescente. O clímax acontece quando ambas as narrativas se encontram. Outro ponto interessante e que merece ser ressaltado é que, enquanto acompanhamos as narrativas de vida de Gueórgui, podemos notar que acontecimentos marcantes do século XX - como a Revolução Russa, a Segunda Guerra Mundial e a morte de Stalin - servem como pano de fundo.

Particularmente, sempre me interessei por esse lado da história russa, que envolve a dinastia Romanov e este livro de John Boyne foi a escolha perfeita. Misturando ficção com realidade, o resultado obtido pelo autor é em um romance histórico emocionante, cheio de segredos e um desfecho excelente. O que mais gostei foi poder "conhecer" um pouco mais alguns personagens que marcaram a história russa e mundial, como a grã-duquesa Anastasia e o padre Grigori Rasputin.

Falando em linhas gerais, recomendo muito a leitura de "O Palácio de Inverno" para aqueles que estão à procura de um livro envolvente ou que gostam de romances históricos.

***



6 Comentários

  1. Adorei a nova capa dos vídeos!

    Curti muito a história, pois como tenho descendência russa (no sobrenome Niquito), tenho muito interessa na história do país, que espero conhcer um dia.

    Se vc curte o tema, recomendo a leitura de 'Só restou uma vela vermelha", do Konsalik. Ótimo livro!

    Beijão!

    Piece of My Heart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Finalmente consegui fazer as capas :)

      Sério que você tem descendência Russa? Que legal! Acho a Rússia um país muito misterioso e, por isso, interessante :)

      Dica de leitura anotada, Bella!

      Obrigada :)

      Beijos

      Excluir
  2. Poxa vida, eu adoro romances históricos - embora sinta profundamente que nem todos são tão bons assim. A maioria tenta imitar Jane Austen e termina caindo no lugar-comum do "mais meloso possível", um saco. Nunca li John Boyne, sobretudo porque meio mundo chorou com "O menino do Pijama Listrado" e eu bem sei o que filmes e livros sobre a Segunda Guerra fazem com o meu emocional. Me abalam muito.
    Mas olha, que história bacana. Envolvendo personagem russo e tendo inverno no meio, excelente. Está na pilha.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nina,

      Também tenho muito receio com livros e filmes sobre a Segunda Guerra Mundial, principalmente os que envolvem campos de concentração. Juro. Mas, esse ano, resolvi que PRECISAVA ler "O Diário de Anne Frank" e, simplesmente amei a leitura. Sofri menos do que imaginei que fosse sofrer, mas ainda assim...fiquei triste e revoltada, sabe? Se ainda não leu, recomendo muito a leitura :)

      Próximo desafio: "O Menino do Pijama Listrado", mas vai demorar um pouco. Um passo de cada vez. Sobre "O Palácio de Inverno", apenas digo que merece muito ser lido. Se não gostar do desfecho, pelo menos irá aproveitar a narrativa, que é uma delícia!

      Beijos

      Excluir
  3. Depois do choque da Anastasia, me interessei por ele, Mi! Mais um pra lista de livros pra ler nessa vida!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. No próximo escambo literário, te empresto, Lele :)

    É muito bom! :)


    Beijos

    ResponderExcluir