Firme na minha promessa de tentar assistir mais filmes, cá estou para falar um pouco sobre os filmes da semana passada. Não trago nenhum lançamento por motivos de: muito frio e muita preguiça de sair de casa e ir até o cinema assistir a nova aventura do Percy Jackson ou a gangue da Emma Watson. Sendo assim, fiz uso do Netflix e risquei dois itens da minha lista "assistir antes de morrer". Vamos lá!

O Professor Aloprado (The Nutty Professor, 1963)
Direção: Jerry Lewis | Gênero: Clássico/comédia/ficção-científica | Avaliação: 3/5

Sinopse: Julius Kelp (Jerry Lewis) é professor de química em uma universidade e, devido à sua aparência um tanto desajeitada, é ridicularizado por um de seus alunos na frente de toda a turma. Após receber ajuda de Stella (Stella Stevens), uma bela estudante, Julius decide que precisa mudar a sua realidade e, por isso, cria uma poção que o transforma em um homem muito atraente. No entanto, os efeitos da poção, além de mudarem a sua personalidade, não são temporários. 

Comentários: Já conhecia o enredo por causa do remake (?) estrelado por Eddie Murphy nos anos 1990, mas ainda assim não me lembrava de tudo com precisão. Vou ser sincera: apesar de gostar muito de assistir a filmes clássicos, "O professor aloprado" não estava na minha lista de prioridades imediatas e, se não fosse pelo frio e pela preguiça é bem provável que não teria assistido. No geral, achei um bom filme; com momentos engraçados que me renderam boas risadas. Gostaria de destacar a cena da transformação que, além de um tanto bizarra, me fez lembrar imediatamente de "O médico e o monstro". Comédias nesse tipo não me atraem muito, mas acho que esse filme merece ser assistido por se tratar de um clássico do gênero.

***

Gilbert Grape - Aprendiz de sonhador (What's Eating Gilbert Grape, 1993)
Direção: Lasse Hallstöm | Gênero: Drama/romance | Avaliação: 5/5

Sinopse: Gilbet Grape (Johnny Depp) vive em uma cidade pequena e sua vida está longe de ser a de um jovem comum. Após o suicídio de seu pai, Gilbert passa a sustentar a sua família complicada: duas irmãs excêntricas e egocêntricas (Laura Harrington e Mary Kate Shellhardt), a mãe obesa e Arnie (Leonardo DiCaprio), o irmão caçula que sofre com uma deficiência mental. Sem muita perspectiva, enquanto se envolve em um relacionamento com uma mulher casada e trabalha em um mercado local, Gilbert começa a ver a sua vida mudar com a chegada de Becky (Juliette Lewis), uma jovem misteriosa que nunca fica em uma mesma cidade por muito tempo. 

Comentários: "Gilbert Grape" está na minha lista de filmes para assistir antes de morrer desde 2003, quando me declarava a Sra. Depp (shame on me!) e até hoje não sei o que me levou a enrolar tanto para assistir. De qualquer forma, foi uma experiência maravilhosa poder ver dois dos meus atores preferidos no inicio de suas carreiras. Johnny Depp bem distante dos personagens estranhos pelos quais se tornou conhecido nos últimos anos e Leonardo DiCaprio anos antes de se transformar em Jack Dawson e, posteriormente, em um dos melhores atores de Hollywood - na minha opinião, claro. Aliás, nesse filme, ele já deixou bem claro que era um ator bastante competente ao nos apresentar Arnie com tanta veracidade, inocência e doçura. Ouso até dizer que roubou a cena e ofuscou os demais colegas de elenco. Em linhas gerais, Gilbert Grape é um filme leve, um tanto previsível em alguns momentos e com uma mensagem bonita no final. Recomendado para uma tarde fria de domingo.


6 Comentários

  1. Eu nem sabia que o filme do Eddie era um remake de outro filme antigo. Gostei de você ter apresentado essa descoberta. Vou procurar e assistir.
    Ando caçando filmes no Youtube. Acabo descobrindo e redescobrindo umas pérolas de quando eu era criança. Assim, na base do acaso mesmo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nina, eu também fiquei surpresa quando descobri que O Professor Aloprado era um remake o.O
      Ah, se quiser assistir, tem no Netflix :)

      Adoro essa coisa de descobrir coisas ao acaso na internet. E quando elas nos lembram da infância é melhor ainda. Adoro nostalgia haha :)


      Abraços

      Excluir
  2. Também não sabia que o do Eddie era um remake. Quanto ao Gilbert Grape sou como tu...quero muito vê-lo mas não sei porquê é que ainda não o fiz:P Também tenho visto filmes bons. Vi ontem o Crepúsculo dos Deuses e adorei. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Catarina, também me surpreendi quando descobri que o filme com Eddie Murphy era remake!

      Ah, assista Gilbert Grape sim! Além de ter o Johnny Depp bem novinho, Leonardo DiCaprio - também bem novinho - está incrível! Muito bom mesmo!

      Adoro Crepúsculo dos Deuses! Assisti para prestar vestibular há uns anos e depois tive que comprar para poder rever outras vezes :)

      Beijos

      Excluir
  3. Michas, já assisti O Mar de Monstro. E apesar de amar a Emma não tô com muita vontade de assistir Bling Ring não viu?
    Eu assisti Sete Vidas e 16 luas esse final de semana, comentei até lá no blog, rs. Aposto que você já assistiu pelo menos um deles! Não gosto muito do professor aloprada não, desde o remake. Mas Gilbert Grape parece ser interessante, colocarei na list, HAHA :)

    Gosto das suas resenhas, são bem objetivas! Sem muita enrolação e mimimi. rs

    Um beijo,
    It's just my humble opinion!

    ResponderExcluir
  4. Ah sim. Mudou o layout novamente? Confesso que dos três últimos este é o que eu mais gostei. :D bem limpo, simples... gostei mesmo!

    :*

    ResponderExcluir