Um dos meus filmes prediletos quando criança era "O Jardim Secreto", de 1993, dirigido por Agnieska Holland. Achava o clima bucólico/gótico da história da menina Mary muito encantador. Quando tinha por volta de meus 11 anos descobri a existência do livro no qual o filme foi inspirado, mas como já conhecia a história, resolvi deixar para lá. Minha vontade de ler veio por dois motivos: 1) queria celebrar o dia das crianças com a leitura de um livro infantil e 2) o vídeo da Vevs Valadares está tão bom que eu não pude me recusar mais a ler, ainda mais porque a minha irmã tem esse livro há muitos anos na estante dela.

Quem já conhece o filme, sabe a história, pois o filme é realmente muito bem adaptado. Mas vou falar sobre a adaptação mais para a frente. Por ora, vamos ao livro. "O Jardim Secreto" foi escrito pela inglesa Frances Hodgson Burnett e sua publicação data de 1911. A autora tem outros dois trabalhos bastante conhecidos: "A Princesinha" (1905) - adaptado para o cinema em 1995, por Afonso Cuarón - e "O Pequeno Lorde" (1886).
O livro traz a história de Mary Lennox, uma menina de origens inglesas criada na índia. Filha de pais muito ricos, porém ausentes, a pequena Mary é uma criança solitária e bastante mal educada. Mimada, quer tudo do seu jeito e no seu tempo; os criados a detestam e só atendem aos seus caprichos para poderem se ver livres de sua presença. Quando uma epidemia de cólera atinge a região em que Mary morava, praticamente todos os que viviam na mansão dos Lennox foram levados pela doença, inclusive seus pais.

Sem ter família próxima vivendo na índia, a criança é mandada de volta para a Inglaterra, onde deverá viver em Misselthwaite Manor, uma enorme mansão localizada no interior do país e de propriedade de um tio com quem nunca teve contato. Ao chegar na mansão, Mary percebe que tudo lhe é estranho e, aos poucos, começa a compreender que não receberá ali o mesmo tratamento que lhe era dirigido na índia. Para começar, em Misselthwaite Manor ninguém irá atender aos seus caprichos e a Sra.Medlock, a governanta, se certificará disso.

A princípio, tudo é bastante entediante para Mary. Nada naquele lugar estranho parece atrair o seu interesse e o fato de que não terá criados para atender as suas ordens também não a anima. Porém, as coisas começam a ficar mais interessantes quando dois mistérios aparecem em seu caminho. O primeiro é o jardim que pertencia a sua tia, mas que após a sua morte, foi trancado e ninguém sabe onde está a chave. Mary simplesmente decide que precisa encontrar esse jardim e não irá desistir até que o faça. Outro fato que a intriga é um choro que escuta todas as noites. Ao perguntar aos criados do que se trata, estes apenas se fazem de desentendidos e explicam que é o vento uivando.

Mesmo com esses tons de mistério que rondam parte da narrativa, "O Jardim Secreto" é, a meu ver, uma história sobre amadurecimento e crescimento pessoal. Sobre encontrar a felicidade e também sobre aprender a ser feliz. Sobre família e amizade. Apesar de ser um livro infantil, acredito que não é necessário ser uma criança para gostar na história; penso que pode ser lido em diferentes fases da vida e que a cada leitura algo novo poderá ser percebido.

Sobre a narrativa, posso afirmar que é bastante clara e, por se tratar de um livro para crianças, a impressão que fica é que a autora não subestimava a capacidade de compreensão de seus leitores, o que eu achei ótimo, porque a leitura foi uma delícia. A ambientação da história e os cenários criados são muito bem descritos, transportando o leitor para aquele universo bucólico.

|A edição|

Quanto a minha edição (da minha irmã, né?), não tenho muito do que reclamar. A Editora 34 fez um excelente trabalho com a diagramação, a tradução da Ana Maria Machado está muito boa e as ilustrações são uma beleza; acredito que sejam as que foram utilizadas para a publicação original. Meu único porém fica para a cor das páginas: branca. Gente, quando bate a luz do sol na folha branca...sério, nem vou comentar. Fico cega, só isso. De resto é só alegria! Recomendo bastante a compra dessa edição - se possível, procurem versões atualizadas com a nova ortografia - assim como a leitura desse belíssimo clássico infantil :)

Título original: The Secret Garden
Autora: Frances Hodgeson Burnett
Tradução: Ana Maria Machado
Editora: 34
Páginas: 256
ISBN: 8585490268

Observação: a edição que li foi lançada em 1993 e, apesar de trazer a mesma capa, tem uma tradução diferente. Agora, a edição da 34 traz a tradução de Marcos Maffei.

Já leram "O Jardim Secreto"? Ou assistiram ao filme? O que acharam? Ficaram com vontade de ler?

Me contem no espaço para comentários :)

Beijos e boa semana para todos!

- Michas



10 Comentários

  1. Ownt! *-*
    Esse livro é muito lindo!!!
    Li ele já um faz um tempo mas, foi uma das melhores leituras que fiz!
    bj
    entrereaiseutopias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Esse livro tem muita cara de Sessão da Tarde. Sério. HAHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahaha, é porque o filme passava muito na Sessão da Tarde, brother! ahaha

      Excluir
  3. Oi Michas.
    Já assisti ao filme diversas vezes, é muito lindo e me dá uma nostalgia só de lembrar.
    O livro deve ser tão bom ou melhor, mas não tenho muita vontade de ler por já saber de toda a história, acho que perde a emoção da leitura.
    Beijos
    http://allmylifeinbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Natália

      Eu te entendo. Não consigo ler algo que já sei a história. Me surpreendi por ter conseguido ler O Jardim Secreto, viu? Porque assisti o filme tantas vezes que enquanto lia, ia imaginando as cenas...

      Mas é como eu disse: se você assistiu o filme, você conhece muito bem a história porque a adaptação é muito fiel. Mudam poucas coisas que não alteram a compreensão da história.

      Beijos

      Excluir
  4. oi Michas! Amei o seu blog, por isso te indiquei para o Selo The Versatile Blogger Award! confira aqui:

    http://www.nadasimples.com.br/2013/10/selo-versatile-blogger-award.html

    Beijocas da Mi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michelle

      Muito obrigada pela indicação!

      Vou responder assim que possível, ok?

      Beijos

      Excluir
  5. Há outra versão para o cinema, de 1949, com Margaret O'Brien e Dean Stockwell, dois aotres mirins super fofos. Não sabia que o livro era da mesma autora de O Pequeno Lorde, que foi citado em um livro que estou revisando para uma editora.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lê

      Já ouvi falar dessa versão mais antiga de O Jardim Secreto! Vou adicionar à minha lista interminável de filmes para assistir!

      Quero muito ler O Pequeno Lorde. Nunca soube dele até ler O Jardim Secreto. Gostava muito de A Princesinha, da mesma autora :)

      Beijos

      Excluir