Não sei vocês, mas sempre me espanto quando encontro alguém que não gosta de ler. Mas o susto dura só um pouquinho, porque aí me lembro que nem todos receberam um estímulo positivo em relação à leitura. A maioria das pessoas só conhece o mundo dos livros por meio da escola e, convenhamos, isso nem sempre é legal. Eu, felizmente, sempre contei com o apoio dos meus pais, que sempre me mostraram que ler é uma ótima diversão.

Particularmente, gosto de pensar que não existe gente que não gosta de ler; mas sim gente que ainda não encontrou o livro certo. Sabe aquele livro incrível que te fez passar horas acompanhando a história de personagens encantadores? Então, é disso que estou falando. E pensar nisso tudo que já mencionei me fez compreender que leitores são formados quando pequenos, por isso é muito importante saber escolher direitinho qual livro entregar nas mãos de uma criança. Ele poderá mudar a vida dela para sempre. Para melhor, ou para pior.

Com essa ideia em mente, resolvi listar aqui oito livros infantis que já li e recomendo a leitura. Preparados? Então vamos lá!


1. Alice no País das Maravilhas (Lewis Caroll)

Claro que não poderia deixar de recomendar esse livro, né? A história todo mundo conhece: a pequena Alice está entediada quando enxerga um coelho branco correndo, com um relógio de bolso nas mãos e gritando que está muito atrasado. Intrigada, a menina resolve segui-lo até a sua toca e...vai parar no País das Maravilhas, um lugar sem pé nem cabeça e  cheio de personagens bizarros, onde viverá altas confusões nonsense.

2. A Fantástica Fábrica de Chocolate (Road Dahl)

Esse é um daqueles livros que eu li na adolescência desejando ter lido na infância. Assim como acontece com a indicação anterior, o enredo de A Fantástica Fábrica de Chocolate é bastante conhecido por conta das adaptações cinematográficas que foram lançadas em 1971 e 2005, respectivamente. Charlie é um menino muito pobre que vive em uma pequena casa junto com os pais e os avós maternos e paternos. Um belo dia, a sorte de Charlie resolve mudar e ele encontra um bilhete premiado em uma barra de chocolate , ganhando o direito de conhecer a fábrica de chocolate do enigmático Willy Wonka.



 3. Desventuras em Série - Um mau começo (Lemony Snicket)

Ok, essa recomendação é de uma série. No entanto, este livro em questão marca o início das desventuras dos irmãos Violet, Klaus e Sunny Baudelaire que, além de descobrirem que se tornaram órfãos, ainda precisam se livrar das garras do maligno Conde Olaf que está determinado a conseguir a fortuna que as crianças herdaram e não medirá esforços para obter o que deseja. O enredo, como um todo, é bem triste se formos parar para pensar. Mas, o que surpreende nessa série é o quando o autor - na verdade Daniel Handler sob o pseudônimo de Lemony Snicket, também personagem na saga dos desafortunados órfãos - consegue ser engraçado e sarcástico ao narrar os acontecimentos das vidas dessas crianças, além de nos envolver em uma teia de mistérios.

4. O Mágico de Oz (L. Frank Baum)

Lembro de ter lido O Mágico de Oz depois de ter assistido ao filme, só para encontrar diferenças. E eu as encontrei. E apesar de elas existirem e eu preferir o filme, o livro não é, de forma alguma, dispensável. Acompanharemos as aventuras da menina Dorothy e seu cãozinho Totó que, após sobreviverem a um tornado no Kansas, foram parar na mágica terra de Oz, habitada por munchkins, macacos voadores e bruxas malvadas. Desesperada para voltar para casa, Dorothy precisará da ajuda do maravilhoso Mágico de Oz e, para encontrá-lo, irá contar com o auxílio do Espantalho, do Homem de Lata e do Leão Covarde. E sim, ela viverá altas confusões.


5. O Menino Maluquinho (Ziraldo)

O Menino Maluquinho não tem bem aquilo que poderíamos chamar de enredo principal. Na verdade, o que encontramos nesse livro é uma série de peripécias e invenções de um menino bastante sapeca. Tudo isso acompanhado pelas ilustrações de Ziraldo, o que resulta em uma ótima descrição do que poderia ser chamado de "a essência da infância". Não me recordo muito bem das aventuras do menino, além do fato de que ele enlouquecia a vida de sua mãe, mas uma coisa é fato: O Menino Maluquinho foi uma das leituras mais marcantes - mesmo eu não lembrando muito, ok? - da minha infância. O mais interessante é que só o li por obrigação escolar.


6. O Mundo do meu amigo (Ana Cecília Reis e Robinson Damasceno dos Reis)

Mais um livro que li por obrigação escolar, mas que ainda assim, adorei. O Mundo do meu amigo traz a história de Fred, um menino da cidade grande, e de Júlio, um menino do campo. Os dois se tornam amigos depois que Júlio vai estudar na escola de Fred e, a partir daí, um começa a conhecer o universo do outro. É uma história sobre descobrir outras realidades e como elas, mesmo sendo diferentes, são interdependentes. Eu adorava. Li mais de três vezes.


7. Os Amigos (Kazumi Yumoto)

Esse livro foi doloroso e me lembro de ter chorado com o final. Pelo que me recordo, ele traz a história de três amigos que, ao descobrirem que um velhinho que morava na vizinhança estava para morrer, resolvem se aproximar dele para presenciar a sua morte. Porém, conforme o tempo vai passando, o velhinho melhora e o relacionamento entre ele e os meninos se torna mais forte e pessoal. É aquele tipo de livro que te mostra que nem tudo dura para sempre e que, em algum momento, todos precisaremos lidar com perdas. É lindamente doloroso.


8. O Jardim Secreto (Frances Hodgeson Burnett)

 Ainda não terminei a minha leitura, mas acho válido já vir aqui recomendar. Em O Jardim Secreto acompanhamos a história de Mary Lennox,  uma menina de temperamento forte e um tanto mimada/malcriada de origem inglesa, mas que vive na Índia. No fundo, Mary é uma criança solitária e sua vida começa a mudar logo após a morte de seus pais, quando é mandada para a Inglaterra, onde deverá viver em uma mansão sob os cuidados de seu tio, um homem calado e miseravelmente infeliz. Lá, ela irá redescobrir a sua vida em meio à natureza, animais e novos amigos. (Resenha)

Agora você já sabe o que dar de presente para o seu filho/sobrinho/irmão/primo no dia doze, né? Espero que tenha ajudado vocês de alguma forma - tanto na escolha de um bom presente, quanto na hora de alegrar aquela criança interior que vive dentro de cada um de nós.

Alguém aí já leu algum desses livros? Quais são as recordações que vocês tem das 
leituras feitas na infância? Algum livro que marcou muito?

Me contem tudo nos comentários :)

Beijos,

Michas


12 Comentários

  1. Vixe, acho que dessa lista toda eu só li O Menino Maluquinho e Alice. Eu nunca fui de ler quando era criança, tirando Harry Potter... Acho que isso mudou só quando eu comecei a ser meio louca em livrarias. Ou seja, lá pra 2009. A parte dura de incentivo a leitura é que os livros aqui são caros demais. Aí ficava tenso, acho, pros meus pais comprarem muitas coisas pra mim. Pelo menos hoje posso ler esses no original, sem problemas. Agora, não sei pq não consigo ler Desventuras em Série. Socorro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, não acredito que você não leu Desventuras em Série :(
      É tão divertido!

      Concordo com você, fica difícil incentivar a leitura aqui sabendo que os livros custam tão caro, né? Eu fui uma criança leitora, mas eu não comprava tantos livros quanto hoje. Quer dizer, meus pais controlavam as coisas. Mas eu costumava pegar livros na escola :)

      Super recomendo "O Jardim Secreto" , bro! É uma gracinha!! Adoráááável :)

      Leia.

      Excluir
  2. Quero muito ler O Jardim Secreto e A Princesinha! Eu sempre adorei os filmes (inclusive acabei de fazer um post com eles rsrs )! Alguns dos livros que me marcaram foi os de Pedro Bandeira e dois da Stella Carr...e vários outros! Também fiz um post sobre eles no meu blog, adoro relembrar a infância, adoro essa nostalgia! *--* Ah, eu também acho que as pessoas que dizem não gostar de ler, é porque ainda não encontraram o livro certo!
    Beijos

    Karen Costa
    @ViajandoEstante
    http://viajandonaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karen, acho tão triste quando alguém me fala que não gosta de ler. Fico pensando "poxa, coitada dessa pessoa. Tá perdendo tanta diversão". Espero, de coração, que elas encontrem o livro certo :)

      O Jardim Secreto é uma graça! Agora, quero ler "A Princesinha". Adorava os filmes e assisti milhões de vezes quando era criança. Sério que falou sobre eles no seu blog? Vou procurar :)

      Adoro sentir nostalgia em relação à minha infância. É o melhor tipo que existe, na minha opinião :)

      Beijos

      Excluir
  3. Muito bonito o que você pensa sobre a leitura, mas infelizmente hoje é mais fácil encontrar gente que não gosta de ler :(
    Excelentes recomendações. Também li O Mágico de Oz para depois procurar diferenças no filme!
    Na escola, quando precisávamos ler um livro por semana, eu normalmente lia duas vezes, para me preparar melhor para contar o que tinha lido para a classe!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lê,

      Você era uma aluna muito aplicada! Parabéns :)
      Espero que tenha tirado ótimas notas!

      Nossa, fiquei super frustrada com O Mágico de Oz. COMO ASSIM, O SAPARTINHO NÃO É DE RUBIS? Prefiro o filme :)

      Ah, é tão triste essa realidade em que pessoas não gostam de ler. Fico pensando que a culpa é da falta de incentivo. Ou do incentivo à não ler, que é o que acontece nas escolas. Torço para que algum dia as coisas mudem :)

      Beijos

      Excluir
  4. Excelentes escolhas. Dos que referiste apenas li Alice. Os que eu gostava mesmo de ler são o Peter Pan, Charlie e a Fábrica de chocolate, A princesinha e O jardim secreto. Já vi os filmes deles todos mas nunca li os livros:) Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Catarina,

      Te direi que "O Jardim Secreto" é uma delícia. Dá vontade de mergulhar no livro e conhecer os personagens!

      Peter Pan deve ser maravilhoso. Pena que ainda não o li. A Fantástica Fábrica de Chocolate é bem legal também e lembro de ter achado o Wonka de Johnny Depp bem fiel ao livro. Coisa que não achei em relação ao Wonka do filme antigo.

      Beijos :)

      Excluir
  5. Desventuras em Série é muito bom, e Alice também! Outro livro meio "Dia Das Crianças" é Coraline, Michas. Recomendo!

    http://gabimanfredini.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu adorei ler Desventuras em Série. O humor do autor é sensacional!

      Pretendo ler Coraline ainda esse mês, Gabriele! Tomara que eu adore :)

      Obrigada pela sugestão!

      Beijos

      Excluir
  6. Eu concordo com você: quem diz que não gosta de ler é porque ainda não encontrou a história certa.
    Da sua lista, já li Alice, o 1o das Desventuras em Série, O menino Maluquinho e Peter Pan. Não conhecia esse "Os amigos" e já botei na lista de querências. Outros daí que quero ler são Matilda, O Jardim Secreto e O Mágico de Oz.
    Os livros que marcaram minha infância foram os do Sítio do Picapau Amarelo, os do Ziraldo e os da Coleção Vagalume. Recomendo!
    bjo

    ResponderExcluir
  7. Michas,

    Não sabia que A Fábrica de Chocolate e Jardim secreto eram inspirados em livros. Fiquei com vontade de ler, vou procurar numa loja por aqui. Matilda, se for que nem o filme, deve ser muito bom! Todos os livros são dicas muito boas e eu espero poder ler tudo isso pros meus filhos um dia, hahaha

    Beijos,

    Mari

    www.caixadamari.com

    ResponderExcluir