Os amores de Pandora (Pandora and The Flying Dutchman, 1951)

Nunca tinha ouvido falar deste filme e só assisti porque faz parte da coleção Folha Astros do Cinema e também porque nunca tinha assistido a algum filme com Ava Gardner, considerada uma das atrizes mais bonitas da Hollywood clássica. Assim, tudo foi uma grande surpresa. 

Gostei da história do Holandês Voador e da maldição de seu capitão; gostei também da forma como a história foi contada, iniciando com o "final" do filme e meio que retrocedendo para explicar para o espectador o que foi que aconteceu e como aconteceu. O enredo, assim como o desenrolar da história são bem interessantes; ainda assim, ao terminar de assistir, fiquei com a sensação de que o filme não falou comigo. Acho que, assim como com os livros, às vezes crio expectativas com filmes, ainda mais os clássicos. Por isso, pretendo assistir novamente daqui a um tempo e ver se a minha opinião muda.

Também achei que a fotografia é linda e adorei as cenas de fim de tarde na praia. O figurino que Ava Gardner usa é muito elegante e bonito, combinando com a personalidade de Pandora. Aliás, Pandora é a personagem de que mais gostei na história, ainda que a explicação sobre a sua personagem, já ao final do filme, tenha me parecido meio abrupta. Repito, terei que assistir ao filme novamente.

***

A espada era a lei (The Sword in the Stone, 1963)

Tentei, mas não consegui me lembrar da primeira vez em que assisti A espada era a lei; lembro apenas que a fita era uma das minhas preferidas quando era criança. Como o VHS não está mais na moda, comecei a reconstruir a minha coleção da Disney aos poucos e este era um título que nunca encontrava. Então, imaginem a minha alegria ao passear pela Livraria Cultura e encontrá-lo nas prateleiras! 

Chegando em casa, eu e o boy fomos correndo assistir e, gente, o filme continua divertido! Fato curioso: a animação é baseada no primeiro livro da série O único e eterno rei, de T.H. White! Adivinhem quem quer comprar e ler todos os livros? 

Sobre o enredo, afirmo que é bastante mirabolante e previsível em algumas partes, mas não é nada que tire o encanto da animação. Gosto dos métodos de ensino do atrapalhado Merlin, que transforma o pequeno Arthur em peixe e pássaro. A parte com a Madame Min também continua divertida, apesar de parecer meio solta em relação ao resto da história. Por fim, apenas digo que vocês precisam assistir esse filme só para conhecer Arquimedes, um dos sidekicks mais engraçados e irônicos da Disney.

***

Malévola (Maleficent, 2014)

Desde criança nunca gostei muito de A Bela Adormecida, filme que achava meio parado e com uma princesa bem sem graça, e confesso que só fui assistir Malévola porque muita gente que conheço recomendou. De fato, não tinha o menor interesse em conferir a história "verdadeira" do famoso conto de fada. Ainda assim, fui assistir.

Visualmente falando, não há como negar a beleza da produção, que vai desde Angelina Jolie (impressionante como até de chifres essa mulher fica bonita, viu?) até belíssimos efeitos visuais e figurinos. Porém, não é só de beleza que um filme é feito, certo? O roteiro tem que ser convincente e, nesse caso, algo não funcionou. Para mim, tudo ficou muito raso, superficial e artificial. Não consegui acreditar na história da protagonista; não porque Angelina não tenha sido capaz de convencer, mas porque a história realmente não me convenceu.

Uma das poucas coisas de que gosto na animação é a participação das fadinhas Fauna, Flora e Primavera; porém, no filme novo elas são realmente chatas. Não via a hora de elas simplesmente sumirem. Aurora também é outro problema, já que não tem carisma algum. Tudo bem que ela não é o centro do filme, mas, ainda assim, é estabelecida uma relação entre ela e a protagonista e, mais uma vez, a história não me convenceu. No fundo, já tô cansada dessa onda de recontar os contos de fadas e, sinceramente, não recomendaria esse filme como primeira opção para ninguém.

***

Como treinar o seu dragão 2 (How to Train Your Dragon 2, 2014)

O melhor filme de junho, com certeza! Gosto quando uma animação tem o poder de falar com crianças e adultos e Como treinar o seu dragão 2, assim como o filme anterior, consegue fazer isso. Gostei muito de reencontrar Soluço e perceber que os anos entre uma aventura e outra também passaram para ele, que agora tem 20 anos. Poder ver que o personagem cresceu e amadureceu é algo que me agrada bastante.

A sequência também ganha pontos positivos por trazer mais informações sobre o passado da relação dos dragões com Berk e também com a família de Soluço. Também há bastante equilíbrio na história, com humor, drama, ação e romance na medida certa. E Banguela, o adorável Fúria da Noite, continua muito encantador. Sério, gente, onde eu compro um para mim?

Assim como na história anterior, este filme também traz momentos de drama em seu desfecho capazes de fazer o espectador chorar. No cinema, tinha uma garotinha do meu lado que se emocionou bastante. E não é para menos, acho que nunca vi nada tão triste em uma animação desde O Rei Leão - quem assistiu aos dois filmes sabe do que eu to falando. Para concluir: se você ainda não assistiu Como treinar o seu dragão, assista! Se já assistiu o primeiro filme, assista o segundo! Se já assistiu aos dois filme, me conte o que achou nos comentários!


14 Comentários

  1. Pandora, amo demais!
    Acredita que não vi graça nenhuma em Malévola? :/
    Achei muito caso pra pouco filme rs

    ResponderExcluir
  2. Awn, eu sou apaixonada por A Bela Adormecida e amei Malévola! Mas super entendo sua opinião. O meu amor antigo pelas personagens ajudou e reforçou minha opinião, mas "criticamente" falando, não tem mesmo um grande enredo. Dos outros, não vi nenhum, e tenho MUITA preguiça dessa série "Como treinar seu dragão" HAHAHA

    http://clarabeatrizsantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Desses filmes eu só assisti Malévola e Como Treinar Seu Dragão 2. Concordo com você completamente! Malévola foi um filme muito raso, sem aprofundamento e nada. E além disso, alguns pontos sobre o filme ficaram soltos no ar. Como Treinar Seu Dragão 2 foi um filme incrível. Eu quase chorei em alguns momentos hahah. Enfim, adoro seus posts de filmes do mês <3

    http://viagem-a-terra-do-nunca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. gostei de como treinar seu dragão,mas li os livros(acho que fui a única do cinema que fez isso hahahaha)e a história é beeem diferente,então isso me incomodou um pouco

    ResponderExcluir
  5. Michas, você sempre faz escolhas excelentes.

    ResponderExcluir
  6. Colando na testa o que você falou sobre Malévola. Também acho A Bela Adormecida uma história um pouco "sem graça", e apesar da super produção do filme, não me prendeu tanto.


    Beijos,


    porenseetcs.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Pois é. Achei "Malévola" bem bonito visualmente e sem conteúdo brilhante, sabe? Não entendi todo esse alvoroço por causa do filme. Acho que a Disney fez uma ótima campanha de divulgação e só, porque o filme é apenas divertido, sem nada demais.

    ResponderExcluir
  8. Hehehe, sério que acha isso? Obrigada :)

    ResponderExcluir
  9. Oi, Patrícia


    Como não li os livros, não tenho como fazer a comparação. Mas já tinha ouvido falar que esse segundo filme estava bem diferente da história original.
    Que pena que não gostou tanto :/

    ResponderExcluir
  10. Gabriela, você definiu bem: Malévola foi um filme raso. No fundo, acho que a Disney fez uma ótima divulgação do filme e caprichou na produção. Mas só, porque o filme mesmo é bem mediano e cheio de furos no roteiro.


    Como treinar o seu dragão 2 foi bem emocionante. Eu quase chorei, mas consegui me segurar! Agora, quero um Banguela pra mim :)
    Ah, que bom que gosta dos posts de filmes do mês! Eu adoro fazê-los :)

    ResponderExcluir
  11. Oi, Clara


    Pois é, como já não gostava muito de A Bela Adormecida, não estava muito empolgada com Malévola. Mas o que mais me incomodou mesmo foi a quantidade de furo no roteiro. Sou chata com esse aspecto de um filme :/


    Ah, não tenha preguiça de Como treinar o seu dragão! É tão fofinho e me surpreendeu bastante. Não queria assistir e só o fiz porque minha irmã insistiu bastante haha, não me arrependi :)

    ResponderExcluir
  12. Pandora é bem interessante, pena que não assisti na hora certa. Vou assistir novamente um dia para ver se a minha opinião muda :)
    Concordo, Malévola foi muita divulgação para pouco flime. Já devia imaginar que seria algo bem mediano, principalmente depois daquele péssimo (na minha opinião ) Alice no País das Maravilhas, do Tim Burton hehe

    ResponderExcluir
  13. Só assisti Como Treinar o Seu Dragão desses, mas tô louca pra assistir Malévola (que infelizmente na minha cidade não chegou legendado ¬¬). Mas tem tanta gente falando que não foi bom, né? Fizeram todo um suspense e uma superprodução nos trailers pra quando ver, ninguém curtir a história :/

    Bjo!

    Bolha de Pérolas

    ResponderExcluir
  14. Oi, Nayla


    Pois é, fizeram uma grande divulgação e suspense para Malévola mas, sinceramente, o filme não tem nada de "oh, que sensacional". É divertido, mas, sinceramente, saí do cinema e nem fiquei pensando no filme, sabe? Foi bem indiferente...
    Visualmente falando, é bem bonito. Tanto em efeitos e fotografia, quanto em figurino.


    Como treinar seu dragão <3


    Beijos

    ResponderExcluir