"Annie, a Pequena Órfã" nasceu em 1924 como uma personagem de tirinhas de jornal criadas pelo estadunidense Harold Gray e se tornou bastante popular nas décadas posteriores. Na década de 1970, Thomas Meehan recebeu de Martin Charnin - letrista e diretor da Broadway - a incumbência de ajudar a transformar a história de Annie em um musical. Sua função era escrever o libreto (o script) da peça, enquanto Charles Strouse ficaria encarregado das melodias. Anos depois, Meehan transformou seu libreto em um romance, lançado em novembro pela editora Intrínseca.

Inspirado pelas obras de Charles Dickens e influenciado pelo contexto que os Estados Unidos enfrentavam na década de 1970 (Richard Nixon como presidente e a infame Guerra do Vietnã), Meehan ambientou a história de Harold Gray na Nova Iorque dos anos 1930, sob o governo de Franklin D. Roosevelt e vivendo os tormentos da Grande Depressão

Annie, com apenas dois meses de vida, foi deixada à porta de um orfanato com apenas a metade de um medalhão, um cobertorzinho e um bilhete com os dizeres:

"Por favor, cuidem bem da nossa menininha. O nome dela é Annie e nós a amamos muito. Ela nasceu no dia 28 de outubro. Logo vamos voltar para buscá-la. Deixamos metade de um medalhão em torno do pescoço dela e guardamos a outra metade, pois, assim, quando voltarmos, saberemos que ela é a nossa filha".

Anos se passaram e Annie, aos 11 anos, ainda vive com outras meninas no orfanato e sob os cuidados da terrível Srta. Hannigan, que nada faz além de beber e maltratar as crianças. Numa noite fria de dezembro, faltando poucos dias para o Natal, Annie está cansada de esperar e resolve ir atrás de seus pais sozinha. Com a ajuda de suas amigas, a garota consegue fugir do orfanato e terá seu caminho cruzado por diversas pessoas, algumas das quais com péssimas intenções. É pelas ruas geladas de Nova Iorque que a menina irá conhecer Sandy, um cãozinho cor de areia que logo se torna seu melhor amigos e, juntos, eles irão viver muitas desventuras. E justo quando tudo parece estar perdido, a vida de Annie começa a mudar quando ela conhece a adorável Srta. Farrell, que a convida para passar o Natal na casa do bilionário Oliver Warbucks.

***

Não vou mentir: nunca assisti a nenhuma das adaptações de Annie. Nem mesmo a mais conhecida, lançada em 1982 sob a direção de John Huston. E isso foi ótimo, porque não sabia muito bem o que esperar da leitura e cada virada de página se mostrou uma surpresa - ainda que o enredo seja bastante previsível - e tudo o que eu queria era que Annie tivesse o seu final feliz.

Thomas Meehan foi bem eficiente ao criar a atmosfera da história; fosse por meio da descrição das ruas geladas - literal e metaforicamente - da Nova Iorque dos anos 1930 ou contando um pouco sobre a vida sofrida das meninas no orfanato. Fiquei impressionada com a forma como, ainda que por meio de poucas páginas, o autor conseguiu fazer com que me sentisse inserida no contexto do livro. Acredito que, por se tratar de uma história infantil, o impacto de situações marcadas por crueldade acabam tendo um peso maior. Senti muita revolta quando li que as meninas eram desprezadas não só por outras crianças na escola, mas também pelos professores, que as acusavam de apenas ocupar espaço nas salas. No orfanato, além de serem forçadas a trabalhar, elas recebem o pior tipo de tratamento da Srta. Hannigan, que as culpa por serem órfãs e dirige-se às meninas completamente desprovida de sensibilidade.

A ambientação do livro é o que mais me agradou. Gostei de como o autor inseriu referências históricas e culturais do período retratado, como nomes de filmes e celebridades de Hollywood e eventuais aparições de personalidades reais, como o presidente Franklin D. Roosevelt e J. Edgar Hoover. Os personagens, ainda que bastante caricatos e sem muita profundidade, são bem críveis. Assim, foi impossível não sentir raiva e medo da Srta. Hannigan e de todos os demais adultos com más intenções que aparecem pelo caminho da protagonista. E, claro, o oposto ocorreu em relação à adorável Srta. Farrell, aos moradores da Hooverville e até do ranzinza - mas dono de um enorme coração - Sr. Warbucks. Toda vez que eles apareciam e dirigiam palavras gentis à Annie pude sentir um calor no coração.

Annie, como protagonista e fio condutor da história, é bastante cativante. Acredito que seja impossível terminar a leitura sem gostar da menina. Annie passa por situações que são verdadeiros pesadelos para crianças - e adultos! - e, ainda assim, se mantém forte e não desiste de sonhar e esperar sempre que o amanhã traga algo melhor. O otimismo dela é contagiante

A órfã notou que o cão ainda parecia triste e assustado.
- Muito bem, Sandy. Vou cuidar de você. Vou cuidar muito bem - afirmou ela. - E tudo vai ficar bem. Pra nós dois. Se não hoje, bom... - Annie ergueu o olhar para o céu nublado. - O sol vai sair amanhã - disse Annie, baixinho. - Pode apostar seu último centavo que o sol vai sair amanhã. (...) Eu amo você, amanhã, porque está sempre a um dia de distância. (p.70)

Como já mencionei acima, o enredo é previsível. No entanto, há algumas surpresas, de forma que não consegui descobrir antes como Annie teria o seu final feliz. O mistério por trás dos pais de Annie e do motivo de a terem deixado em um orfanato é mantido até pouco antes do final e a sua conclusão é satisfatória. 

Narrado em terceira pessoa, o livro é voltado para o público infantil, de forma que a linguagem é bastante simples e a leitura flui bem. Penso que uma boa experiência seria ler "Annie" para ou com uma criança porque, além de trazer uma história interessante e envolvente, algumas questões - sobre diferenças econômicas e sociais, sobre a importância de ajudar o próximo e de manter sempre o otimismo - podem ser levantadas durante a leitura. E, claro, a leitura é recomendada para adultos também; principalmente para aqueles que, vez ou outra, gostam de entrar em contato com a sua criança interior.
O livro foi cedido pela editora Intrínseca em parceria com o blog.


53 Comentários

  1. Quanta fofura para um livro só Michas. Pela sua resenha , eu vi que realmente o livro vale a pena ser lido. Mesmo eu estando ainda na adolescência, vejo que voltar a uns anos atrás (infância) será bem legal, pois nostalgia não irá faltar :).
    E-mail - juniorcostabooks@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Comentário de teste sobre a resenha para ver se o formulário do sorteio está funcionando corretamente :)

    Aqui, vocês devem comentar algo legal e pertinente sobre a resenha de "Annie" ;)
    E depois, coloquem o endereço de e-mail de vocês para que eu possa entrar em contato com o vencedor \o/

    michasenrose@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Michas!

    Faz tempo que não apareço aqui, né? Estive bem enrolada com o trabalho e a faculdade ultimamente.. Mas mesmo sem tempo pra comentar acompanhei todos os posts e o videos no canal!
    Já me animei em ver que vc estava lendo Annie quando vc postou na fanpage.. Sou fã da história desde que em uma das apresentações de dança (a alguns bons anos rsrs), uma professora resolveu juntar todas as turmas do sapateado e encenar o musical! Simplesmente amei a história, e fiquei com muita vontade de conhecer mais sobre ela, mas o tempo passou e eu acabei esquecendo..
    Achei muito interessante o próprio autor do script do musical ter escrito o romance! Assim ele garante que a magia da história não vai se perder, né?
    Adorei esse vermelhão da capa, e mal posso esperar para ler este livro! Vai entrar na lista das próximas compras com certeza!
    Ah, e vou procurar a gravação da apresentação de dança que tem o musical da Annie, fiquei com saudades rsrs

    Beijão!
    http://dacarneiro.wordpress.com/
    daniela.carneiro@live.com

    ResponderExcluir
  4. Esse livro parece ser muito fofo. Eu nunca ouvi falar nessa história, nem sobre os filmes, nada! Fiquei com muita vontade de lê-lo. Adoro livros mais infantis, me deixam mais calma, alegre kkk Adorei a resenha. Beijos
    www.reinodaloucura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oiii, adoro o jeito que vc expõe suas opiniões com os livros..
    fiquei interessada em ler o livro e participar da promoção, primeiro pq já foi tirinha em jornal,, e eu gosto disso, sempre estou olhando tirinhas, e segundo é que a personagem faz aniversário um dia antes do meu, sei que não tem nada a ver isso haha, mas assim parece que dá mais vontade de ler o livro ;)
    estou participando.. meu e-mail: lisefernandes1@gmail.com
    beijos.

    ResponderExcluir
  6. A história parece ser muito bonita com uma leitura muito delicinha!
    mylinhaf@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. Ainda não vi nada sobre Annie - até o presente momento - mas a fofura da capa, a ilustração e a história, que ainda que eu tenha ouvido pouco no seu vídeo, me encantaram de forma que eu me senti tentado a devorar este livro.
    (E-mail: joao_jp_malheiros@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  8. Annie não é um dos gêneros que costumo ler, mas achei um livro super interessante, a história, seus acontecimentos e os outros personagens rudes ou dóceis, fiquei curiosa ao imaginar como será essa busca pelos seus pais, quais as respostas com que ela vai se deparar, e como ela vai aceitar isso, e se isso acabará sendo um amadurecimento pra ela. Nunca li nada desse autor e me interessei por saber sua escrita. Bom, estou participando do sorteio, quem sabe ganho e mato minha curiosidade? Ótima resenha, beijos.
    vyanery@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. É um daqueles livros que eu mesmo gostaria e que eu mesmo no meu blog colocaria como favorito! É um gênero que eu gosto e que eu preso. Inclusive orfanato é o tema de um dos contos que estou escrevendo. Adorei seu blog e sua escrita é ótima. Parabéns pelo blog. Beijos.

    Victor N. Souza| ADM do blog Victor Reads
    http://victor-reads.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Opa Michelle, ótima resenha mesmo. Normalmente vejo resenhas superficiais ou que não levam a nada. Sua resenha foi muito clara e fez com que despertasse a vontade de ler o livro sem contar spoilers.
    Muitos resenhistas tem problemas em escrever uma resenha que chame a atenção do "futuro leitor" sem contar spoilers.


    Eu ouvi uma vez só sobre Annie. E na verdade foi só um "já li". Por isso, nunca tive vontade de ler. Não me despertava o interesse, pois eu achava que era um livro muito infantil, ou sem graça.


    Mas depois de sua resenha, este livro me chamou muita atenção. Achei que (pela resenha) tem tudo para ser um excelente livro. Espero que eu goste tanto de Annie como quanto o pessoal que está lendo.

    Obrigado.

    emmarocha@gmail.com

    ResponderExcluir
  11. isabela duarte valin11 de fevereiro de 2015 00:23

    Assim que assisti a resenha no youtube ela me fez recordar de um filme que eu vi na sessão da tarde quando eu era criança que se chamava "a princesinha", fiquei doida pra assistir o filme baseado no livro e pela sua resenha acredito que o livro também seja fantástico.

    ResponderExcluir
  12. Adorei a Resenha, quero/preciso ler...

    Eu vi o Treiler do filme que será lançado e não pensei nem um segundo em ver, pois não é meu gênero favorito, e achei que o livro fosse igual, e não ia querer ler, mas sua resena me fez mudar de opinião. *.*

    Beijo

    http://leiologoimagino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Michas! Este livro está na minha lista de desejados há um tempo, mas estava de promessa de não comprar mais livros e tal, acabei não comprando.


    De alguma forma, pela resenha, lembrei de dois livros: A princesinha e O jardim secreto, talvez porque se tratam de meninas "órfãs" também.
    Assim, tenho certeza que gostarei de Annie. Sem falar que a capa é muito amor.


    Email: annasamonta@hotmail.com

    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Com certeza entra em minha whishlist!! Michelle estou curiosa para conhecer o trabalho de Thomas Meehan!! Amei a resenha.

    ResponderExcluir
  15. Oi michas
    Eu nunca tinha ouvido falar nada sobre esse livro, e agora estou louca pra ler.Achei bem interessante a história, esse livro é muito fofo.Adoro suas resenhas.Bjos
    Email: leticia.grieleitowsilva@gmail.com

    ResponderExcluir
  16. Já tinha ouvido falar desse livro, mas ele não me interessou muito. Isso mudou ao ler sua resenha, que foi muito bem explicada e é logico que me deixou bastante curiosa, ficaria muito feliz em ganhar o sorteio!! Ameei
    lorrany.amartins@gmail.com

    ResponderExcluir
  17. Essa é a primeira resenha que leio deste livro e confesso que embora ele pareça ser conhecido, a personagem, eu nunca tinha ouvido falar antes (tb tanta coisa nesse mundo tão grande rs!). Mas a história parece fofa,e eu quero espiar!

    Miquilis

    ResponderExcluir
  18. A história desse livro parece ser bem fofa e linda <3
    Alguns anos atrás houve uma peça de Annie no meu colégio,mesmo sendo uma peça amadora me despertou o interesse por esse livro e agora com essa resenha despertou mais ainda :)
    Nunca li mas vou tentar a sorte no sorteio né? Se eu ganhar mato a curiosidade haha
    Email: slima6@iCloud.com

    ResponderExcluir
  19. A história desse livro parece ser bem fofa e linda <3
    Alguns anos atrás houve uma peça de Annie no meu colégio,mesmo sendo uma peça amadora me despertou o interesse por esse livro e agora com essa resenha despertou mais ainda :)
    Nunca li mas vou tentar a sorte no sorteio né? Se eu ganhar mato a curiosidade haha
    Email: slima6@iCloud.com

    ResponderExcluir
  20. Eu nunca tinha ouvido falar nada sobre esse livro, ate agora, estou louca pra ler. Achei bem interessante e a capa mto fofa!

    ResponderExcluir
  21. Priscila V. Oliveira18 de fevereiro de 2015 12:30

    Necessito ler urgentemente, amei a resenha <3
    priscila1507@hotmail.com

    ResponderExcluir
  22. A história desse livro parece ser bem fofa e linda <3
    Alguns anos atrás houve uma peça de Annie no meu colégio,mesmo sendo uma peça amadora me despertou o interesse por esse livro e agora com essa resenha despertou mais ainda :)
    Nunca li mas vou tentar a sorte no sorteio né? Se eu ganhar mato a curiosidade haha
    Email: slima6@iCloud.com

    ResponderExcluir
  23. A história desse livro parece ser bem fofa e linda <3
    Alguns anos atrás houve uma peça de Annie no meu colégio,mesmo sendo uma peça amadora me despertou o interesse por esse livro e agora com essa resenha despertou mais ainda :)
    Nunca li mas vou tentar a sorte no sorteio né? Se eu ganhar mato a curiosidade haha
    Email: slima6@iCloud.com

    ResponderExcluir
  24. A história desse livro parece ser bem fofa e linda <3
    Alguns anos atrás houve uma peça de Annie no meu colégio,mesmo sendo uma peça amadora me despertou o interesse por esse livro e agora com essa resenha despertou mais ainda :)
    Nunca li mas vou tentar a sorte no sorteio né? Se eu ganhar mato a curiosidade haha
    Email: slima6@iCloud.com

    ResponderExcluir
  25. Oi Michas! Eu já tinha ouvido falar dessa história, mas nunca li e assisti nada. Adoro livros com protagonistas crianças, que traz essa visão pura delas. Realmente, como é um livro infantil. pode ser muito previsível, mas eu não me importo de, às vezes, ler algo assim, porque tenho certeza de que é uma leitura que não somente te entrete, mas te deixa feliz.
    Ah, e eu só consigo pensar na atriz que interpreta a Annie, que atriz maravilhosa, já concorreu até ao Oscar!! Meu sonho é assistir um musical na Broadway, Annie deve ser lindo! hehe

    pamella.moura19@hotmail.com

    ResponderExcluir
  26. Oi, Junior

    O livro é uma fofura mesmo e faz a gente sentir bastante nostalgia, hehe. É uma leitura bem gostosa :)

    ResponderExcluir
  27. Oi, Dani
    Estava meio sumida mesmo, mas é normal. Tem épocas que a gente não tem tempo para nada, né? Que bom que está de volta ;)
    Nossa, que legal a sua história com "Annie" e com o musical que fizeram na escola. Deve ter sido bem divertido!
    Também acho que o fato de o autor do script ser também o autor do livro contribuiu muito para que a magia da história permanecesse. A capa é linda mesmo; é simples, mas uma graça.
    Acho que você vai gostar bastante da leitura!
    Beijos

    ResponderExcluir
  28. O livro é uma gracinha e como você não conhece a história, vai ser uma leitura ainda mais legal. Também gosto de ler livros infantis por causa da sensação de tranquilidade e alegria que eles me passam :)
    Fico feliz que tenha gostado da resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Natália, o livro é uma gracinha mesmo. Ainda não assisti ao filme, mas deve ser uma experiência bem agradável, já que é um musical. :)
    Espero que goste da leitura tanto quanto eu!
    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Oi, Ana Rebeca
    O filme de 2014, se não me engano, é uma nova adaptação do musical da Brodway que originou os filmes mais aintigos e o livro lançado pela Intrínseca.
    Preciso ler logo algo do Dickens, hahaha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Sim, histórias de órfãos são sempre bem tristes. Mas essa traz um final feliz :)
    A edição está uma graça e o livro é uma fofura.

    Boa sorte no sorteio!
    Beijos

    ResponderExcluir
  32. Oi :)
    Awn, obrigada pelo carinho! Fico muito feliz que tenha gostado do texto.
    O livro é uma gracinha e o fato de a história ter originado de tirinhas de jornal é bem interessante, porque nos deixa com vontade de procurar essas tirinhas, né? hehe
    Espero que goste da leitura! Boa sorte no sorteio :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  33. É uma história binita sim e super leve. Dá para ler bem rapidinho :)

    ResponderExcluir
  34. Paulo, a capa do livro é realmente fofa. É simples, mas bem bonitinha. A história é bastante encantadora e, ao terminar a leitura, o que fica é uma sensação de tranquilidade e alegria :)

    ResponderExcluir
  35. Oi, Vitória
    "Annie" é uma leitura leve e envolvente. Em partes, é bem previsível, mas deixa uma sensação de paz e alegria, sabe? É um livro agradável, fofo. Como disse na resenha, o autor é da Brodway, escreve musicais e não livros, mas com "Annie" se mostrou um ótimo contador de histórias. Espero que goste da leitura :)
    Fico feliz que tenha gostado da resenha. Boa sorte no sorteio :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Oi, Victor
    Para você que gosta de histórias sobre órfãos, "Annie" pode ser uma boa leitura; principalmente se você gostar de histórias infantis. Espero que goste do livro.
    Fico feliz que goste do blog e dos meus textos. Muito obrigada pelo carinho.
    Beijos

    ResponderExcluir
  37. Oi, Emmanuel
    Muito obrigada pelo carinho. Fico muito feliz que tenha gostado da resenha; faço o meu melhor para ser clara sem revelar muito do livro. É ótimo saber que consegui te deixar interessado na leitura :)

    Então, "Annie" é um livro infantil, então, pode ser até meio previsível em alguns momentos. Ainda assim, acho que dentro do que a história se propõe, é uma ótima leitura. É leve, divertido e no final passa uma sensação de tranquilidade, sabe?

    Espero que goste da leitura!

    De nada! Eu é que agradeço :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  38. Isabela, a história de "Annie" me lembrou bastante a de "A princesinha", então, acho que você vai gostar.
    No caso, o livro "Annie" foi inspirado pelo filme, e não o contrário :)

    ResponderExcluir
  39. Oi :)
    Fico feliz que tenha mudado de opinião depois de ler a resenha. Espero que goste da leitura de "Annie" tanto quanto eu gostei :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  40. Ana, enquanto lia "Annie" me lembrei bastante de "A princesinha" também, haha. Se você gostoi de "A princesinha" e "O jardim secreto", é bem provável que vá gostar de "Annie" também :)
    A capa é uma graça <3
    Boa sorte no sorteio!

    ResponderExcluir
  41. Oi, Dany
    Musicais são amor, né? Não assisti a muitos no teatro ("O Rei Leão" e "A Noviça Rebelde"), mas imagino que deve ter sido mágico assistir lá em NY. Foi na Brodway?
    Não assisti ao musical de "O Fantasma da Ópera", apenas a adaptação para o cinema com o Gerard Butler. Não lembro muita coisa, mas acho que vou ler o livro antes de assistir novamente.
    Thomas Meehan tem uma escrita bem agradável e se mostra um ótimo contador de histórias. Espero que goste de "Annie".
    Fico feliz que tenha gostado da resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  42. Oi, Leticia
    Melhor ainda que você não tenha escutado muito sobre "Annie"; isso vai fazer a sua leitura ser mais legal :)
    O livro é, de fato, muito fofo. E se você gosta de histórias infantis, esta é um prato cheio. Espero que goste da leitura!
    Muito obrigada pelo carinho. Fico feliz por saber que você gosta das minhas resenhas :)
    Beijos e boa sorte no sorteio!

    ResponderExcluir
  43. Oi, Irene
    Muito obrigada pelo carinho. Fico muito feliz por saber que está gostando do blog/canal.
    "Annie" é uma leitura bastante agradável - leve, fofa e que passa uma sensação gostosa no final, sabe? - e imagino que seja uma ótima opção para os seus alunos.
    Boa sorte no sorteio :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  44. Oi, Lorrany
    É ótimo saber que você ficou com vontade de ler "Annie" por causa da minha resenha. Fico feliz que tenha gostado do texto.
    Espero que você goste da história tanto quanto eu :)
    Beijos e boa sorte no sorteio!

    ResponderExcluir
  45. Oi, Bruna
    É melhor que você não conheça a história, porque dessa forma a sua leitura acaba sendo mais legal :)
    "Annie" é uma história bem fofa mesmo; leve e agradável. Espero que você goste :)
    Beijos e boa sorte no sorteio!

    ResponderExcluir
  46. Oi, Sarah
    Recebi o seu comentário, haha. Não precisava mandar cinco!
    "Annie" é uma gracinha; a história é fofa, leve e agradável. Se você gostoy da peça que assistiu no colégio, imagino que vá gostar do livro também! :)
    Boa sorte no sorteio!
    Beijos

    ResponderExcluir
  47. Oi, Samantha
    O livro é bem bonitinho. Leve e tranquilo de ser lido. No final, deixa uma sensação de alegria, sabe? Espero que goste tanto quanto eu.
    A capa é uma gracinha.
    Boa sorte no sorteio :)

    ResponderExcluir
  48. São mesmo!! Foi na Brodway sim!! Nunca vou esquecer!! Obrigada pela atenção! Beijos!!

    ResponderExcluir
  49. Obrigada, Priscila. Fico feliz que tenha gostado da resenha e espero que goste de "Annie".
    Boa sorte :)

    ResponderExcluir
  50. Oi, Pamella
    Que bom que ainda não assistiu a nenhuma das adaptações de "Annie", porque a sua leitura será melhor, mais surpreendente. Concordo com você, mesmo sendo um livro infantil e previsível em algumas partes, gosto desse tipo de leitura por causa da sensação que ele passa, sabe? Fico feliz e calma, hehe.
    Ah, essa garotinha que já foi indicada ao Oscar está na nova adaptação de "Annie", né? Pouco sei do filme, acredita? Ainda não assisti ao trailer e nem vi nenhuma das adaptações. Vou ver se faço isso logo! O musical da Brodway deve ser lindo mesmo!
    Beijos e boa sorte no sorteio :)

    ResponderExcluir
  51. Parece ser muito fofo :) Não sei porque.mas,me lembrou "A menina que roubava livros"
    Email: cheirandolivross@gmail.com

    ResponderExcluir
  52. Michas, então sempre é bom lermos algum livro leve e infantil (não tenho preconceito, desde que seja bom). E sua resenha me deixou tão curioso que terei que adiquiri-lo :-) De qualquer forma fiquei feliz com o sorteio. Mesmo não ganhando é legal ver esses sorteios sinceros (não aqueles sorteios só para "chamar" seguidores) que estão estimulando o pessoal a ler mais (espero que leiam e não só coloquem o livro na estante porque é bonito).
    Enfim, quando eu ler te dou um "Alô" sobre o que eu achei.
    beijos

    ResponderExcluir
  53. Oi, Pamella
    Também adoro histórias com protagonistas crianças; justamente pelos aspectos que você citou: trazem a visão pura delas e me deixam feliz. E é bem por aí mesmo, o livro é bem previsível em alguma spartes, mas de forma alguma deixa de ser divertido :)
    Ah, sim, a atriz que interpreta a Annie nessa nova versão para o cinema é super talentosa. Ainda não assisti a nenhuma das adaptações, mas essa com certeza deve ser bem interessante, principalmente por ser uma versão mais atual, né?


    Beijos

    ResponderExcluir