Com um ritmo frenético, "Viva a música!", do colombiano Andrés Caicedo, se aproxima da literatura Beat e faz um culto à juventude que vive de forma intensa e imediata. Publicado há 38 anos, o livro ganhou a sua primeira edição em 2015 pela editora Rádio Londres.

Andrés Caicedo iniciou sua carreira como escritor de forma precoce, de forma que aos 23 anos já havia publicado o seu primeiro livro: "Viva a música!". Infelizmente, o romance foi sua única obra finalizada, pois no dia em que seu livro foi publicado, Caicedo cometeu suicídio. Ele tinha 25 anos. Desde então, o autor se transformou em um mito cult da literatura colombiana e há quem considere o seu filho único literário como o segundo melhor romance da literatura do país, perdendo apenas para o clássico "Cem anos de solidão", do igualmente mito, Gabriel García Márquez. Porém, quem pensa que o livro de Caicedo traz elementos de realismo fantástico está enganado, porque o jovem autor bebeu foi da fonte de Jack Kerouac.

Abaixo vocês podem conferir o vídeo em que apresento as minhas impressões à respeito do livro que, acredito, se transformou em um dos meus favoritos do ano.


***

Livro cedido pela editora em parceria com o blog.


Deixe um comentário