Enquanto pensava em uma ideia para o post de hoje, comecei a vasculhar em umas notas perdidas no computador e foi assim que encontrei o Meme Literário de Um Mês. Ele foi criado em 2011 pelo blog Happy Batatinha (que não existe mais, mas você encontra as perguntas aqui) e propõe que a gente responda uma pergunta por dia durante um mês. Porém, como não tenho a intenção de encarar mais um desafio de post diário pelos próximos meses, resolvi dividir as perguntas em três posts e hoje trago a primeira parte das minhas respostas.

1. Que livro você está lendo? Sobre o que é? Onde você está? Você está gostando?
Costumo ler vários livros ao mesmo tempo, mas o principal é o que eu deixo na barra lateral do blog; no caso, é o Do que é feita uma garota, da Caitlin Moran. Faz uns dias que comecei a ler, mas ando tão sem interesse em leituras que não passei do segundo capítulo. O livro é legal, eu é que estou lendo devagar. Pelo que entendi, é um romance de formação que conta a história de uma garota que vive em uma cidade pequena na Inglaterra dos anos 1990. Já conheço o ~estilo~ da autora e pelas poucas páginas que li, já posso sentir que tem o humor dela.

2. Qual foi o último livro que você leu? Qual é o próximo que lerá? (Fale um pouco sobre eles).
O último que li foi o Tá todo mundo mal - o livro das crises, da Jout Jout, e já falei sobre ele aqui. Ainda não sei qual será a minha próxima leitura. Normalmente, escolho o que vou ler na empolgação do momento e como ultimamente não ando lendo com tanta frequência, fica realmente difícil imaginar o que vou escolher.


3. Como você escolhe seus livros? Por autor? Por assunto? Pela sinopse? Por uma indicação? (Fale sobre isso).
Todas as alternativas se aplicam por aqui. Geralmente, olho para a minha estante e espero que algum livro "me chame". Sou o tipo de pessoa que tem mais livros para ler do que livros lidos na estante e, normalmente, escolho o que vai para a TBR da vida a partir de indicação de amigos, resenhas, autores que tenho interesse em conhecer. Não há muito critério, escuto falar de um livro que parece me interessar, pesquiso a respeito e se tiver cara de algo que eu leria e gostaria, já adiciono na lista de futuras leituras.

4. Você costuma ler certo livro só porque ele está na moda ou segue o seu próprio estilo de literatura?
Prefiro ler aquilo que me interessar no momento, sendo o que está na moda ou não. Porém, não sou de descartar um livros só porque ele está na moda. Antes de me decidir, pesquiso e se me interessar, leio. Se não, vida que segue.

5. Você costuma ler graphic novels e/ou gibis? Gosta? Não gosta? Tem algum que seja o favorito? (Fale sobre isso). 
Leio graphic novels, gibis e mangás de vez em quando. Não são o meu tipo preferido de leitura, mas gosto. Não tenho favoritos, mas nos últimos meses resolvi reviver a emoção que é ser fã de Supernatural e comecei a ler as graphic novels (não, eu ainda não tinha feito isso) e a última que li foi Supernatural: Origins. No ano passado comecei a ler o mangá Death Note e, mesmo gostando, acabei parando; pretendo continuar algum dia. Não me lembro quando foi a última vez que li um gibi, só sei que faz tempo. Porém, quando era criança, meus preferidos eram os do Cebolinha.

6. Um livro que todo mundo deveria ler pelo menos uma vez.
O diário de Anne Frank O sol é para todos, O apanhador no campo de centeio e O grande Gatsby. Foram os primeiros em que consegui pensar e eu falei mais de um mesmo porque quem manda nas coisas por aqui sou eu.

7. Você já pensou em escrever um livro? Se sim, sobre o que seria? (Fale um pouco sobre o assunto).
Olha, escrever um livro não está na minha lista de grandes ambições. Não é uma possibilidade que eu descartaria, mas não acho que me frustraria se isso jamais acontecesse.

8. Cite um livro que você gostaria que nunca acabasse. Explique o porquê.
Vai parecer um trocadilho infame, mas juro que não é a intenção. Gostaria que A história sem fim nunca acabasse. No livro, a ideia é que a história jamais chegue ao fim e faz todo o sentido para quem lê, porém, há um final, a gente precisa virar a última página e se despedir dos personagens. Outro livro que eu adoraria que durasse para sempre é O circo da noite. É tudo tão lindo e mágico naquela história que eu acredito sim que ela poderia ser eterna.

9. O que você acha dessa “moda” de livros que acabam virando séries? É a favor? É contra? Tanto faz? Diga o porquê. 
Não sou contra livros que viram séries desde que a história em questão tenha sido concebida dessa forma. Dá para perceber quando uma ideia foi esticada que nem chiclete só para vender mais livros e, como leitora, é bem chata a sensação de estar sendo enganada pelo autor. No fim, depende do tipo de história: umas precisam ser contadas em um livro só e outras não.

10. Spoilers te assustam? Fica triste quando lê algum sem aviso prévio ou não faz diferença saber detalhes essenciais da história? 
Não gosto de spoilers e, geralmente, fujo deles. Porém, tudo depende do que eu entendo por spoiler. Por exemplo, não me incomodo de saber acontecimentos do enredo de um clássico, por exemplo. Claro que vou achar ótimo se conseguir escapar e farei o possível para que isso aconteça, mas se acontecer de eu descobrir algo, não vou achar que é o fim do mundo e perder o interesse pela leitura. No entanto, quando falamos de livros contemporâneos, alguns spoilers são capazes de me fazer perder a vontade de ler um livro sim. E em ambos os casos acho que é válido ter aviso prévio; não custa nada.

- Michas



Deixe um comentário