Durante os meus anos de primário, uma das coisas que eu mais detestava fazer era caligrafia. Até hoje penso na paciência da minha mãe para me fazer entender que eu precisava escrever as coisas dentro dos limites das linhas e fechar o "a" maiúsculo para que não ficasse parecendo um "c" acompanhado de um "i" sem pingo. Minha letra sempre foi meio estranha, nunca ficou exatamente reta e, apesar de linhas serem de muita ajuda, opto pela ausência delas sempre que posso. Até o Ensino Médio, costumava escrever com letra de mão e nunca gostei muito do resultado. Aí, quando estava na faculdade, comecei a usar letra de forma - primeiro apenas em caixa alta e depois respeitando as maiúsculas e minúsculas.

Hoje, ela é meio que uma mistura das duas formas. Sempre escrevi muito rápido - eis aí o motivo para detestar caligrafia, é preciso paciência e isso é coisa que não tenho em abundância -, então faço o que for mais prático para mim no momento. Assim,  o "m", o "j", o "e", o "i", o "f" e mais um monte de outras vogais e consoantes são escritas de formas diferentes por aqui e de acordo com o meu humor. Sem ideias e buscando inspiração em outros blogs que também estão fazendo BEDA, encontrei o Meme Escrito, que é bem autoexplicativo.


1. Qual é o seu nome?
2. URL do seu blog.
3. Escreva: "A rápida raposa marrom pula sobre o cão preguiçoso".
4. Citação favorita.
5. Música favortia (no momento).
6. Cantor/Banda favorita (no momento).
7. Diga o que quiser.
8. Indique 3 ou 5 blogs.

Garrancho.

- Michas


Deixe um comentário