Desde que li este post da Juli lá no Mundo de Morfeu fiquei pensando em quais seriam as minhas cantoras favoritas. Vejam bem, por mais que música tenha sido parte do meu crescimento e formação como ser humano, eu não sou uma pessoa com um ~repertório~ muito amplo quando falamos de mulheres que atuam no meio. Na real, música é algo muito abrangente, então é óbvio que não manjo muito nem quando estamos falando de homens que se destacam na área. Ainda assim, é inegável que há uma predominância masculina na playlist da minha vida.

Isso acontece porque, acreditem, houve uma época em que não suportava vocais femininos - uma questão de gosto, mas que nunca entendi muito bem -, mas também porque, como em todas as áreas da arte e do entretenimento, homens ocupam mais lugares de destaque do que mulheres. E seguindo essa lógica injusta, é meio que natural que eu conheça mais cantores e menos cantoras. Porém, uma vez que a gente abre os olhos para esta realidade e passa a pensar no que significa ser mulher e em como isso, infelizmente, muitas vezes se configura como um obstáculo em nossas vidas, a gente resolve fazer algo para mudar as coisas. E isso inclui prestar atenção no que mulheres tem feito, inclusive na música. Assim, depois de pensar um pouquinho, finalmente consegui chegar à uma lista com cinco mulheres bastante talentosas e que marcaram diferentes fases da minha vida. Para conferir, basta continuar lendo.

(clique nas imagens para ser redirecionado para as músicas)



Britney Spears
É isso aí: eu adoro Britney Spears. Confesso que desde que ela lançou o Britney Jean (2013) não ando muito ~empenhada~ em acompanhar a sua carreira. Porém, minhas relação com Britney sempre foi assim mesmo porque nem sempre morro de amores por tudo o que ela lança, mas quando algum trabalho ganha o meu coração, me permito amá-lo de forma bastante intensa e efusiva. Há também o fato de que Britney se faz presente em minha vida desde os tempos de infância. Era 1999 e eu ainda me lembro do dia em que liguei a TV na Fox Kids e, de repente, uma jovem vestida de colegial começou a cantar uma música muito boa e viciante. Foi mágico e me apaixonei à primeira vista/escutada. Claro, foi preciso que alguns anos se passassem para que eu conhecesse melhor a ~obra~ da Britney, mas digo com orgulho que alguns dos meus primeiros CDs comprados sem precisar pedir permissão para os meus pais são dela.

Há também o fato de que acho Britney inspiradora. Sério, sempre que penso que a minha vida não tá boa, lembro que a Britney viveu muita coisa tenebrosa (2007, jamais te esqueceremos) e, ainda assim se reergueu, recuperou o controle de sua carreira e hoje, além de um show fixo em Las Vegas, ela continua a ter um dos nomes de maior peso no meio pop. Eternamente Princesa do Pop (after all, it's Britney, bitch!) e do meu coração. Te amo, Britney.

***


Alanis Morissette
Preciso dizer que, apesar de gostar muito da Alanis, tenho pouquíssimo conhecimento de sua história como artista e também não escutei nem metade de sua produção. Porém, aquilo que escutei me marcou, me fez bem e eu amo. Não sei dizer exatamente como a conheci, mas vejo duas possibilidades, ambas no longínquo ano de 2002:
  1. Quando Avril era sk8r girl e dava entrevistas para a Capricho, lembro que ela mencionou Alanis e eu fiqui curiosa. É possível que tenha pesquisado mais sobre ela depois disso;
  2. Quando minha melhor amiga de infância, Sandy, cantou Uninvited no show que ela fez com o irmão dela lá no Maracanã.
O fato é que a forma como conheci Alanis é meio irrelevante porque ela só foi se transformar em uma força inspiradora para mim quando estava na faculdade. Na época, além das angústias típicas da vida universitária, eu também lidava com aquele mal que aflige a todos nós em algum momento: um coração partido. E, por mais que  eu morresse de amores pelo John Mayer na época, era no colo de Alanis que eu chorava e eram as suas palavras que me fortaleciam. Alanis Morissette, que mulher. Alanis, muito obrigada por tudo!

***


Sandy
É claro que jamais poderia deixar minha melhor amiga cantora de fora da lista, né? Sandy cresceu diante de muitos olhos brasileiros e eu cresci escutando suas músicas e acompanhando sua carreira. Sandy & Junior eram nomes obrigatórios na playlist das minhas festinhas de aniversário, os primeiros CDs que meus pais me deram eram deles e a separação da dupla foi a primeira vez na minha vida em que precisei lidar com o fato de que duplas/bandas podem chegar ao fim. No mesmo ano, me formei no ensino médio e o último livro do Harry Potter foi lançado. 2007 foi um ano difícil por aqui (e, como disse, também para a Britney Spears).

Como normalmente acontece quando os anos de colégio chegam ao fim, me afastei dos meus amigos da época e, claro, da Sandy. Porém, quando ela lançou o Manuscrito (2010) nos reencontramos, voltamos a nos aproximar e, sinceramente, acho que nosso vínculo é muito mais forte do que nos tempos de S&J. Nunca serei capaz de colocar em palavras a emoção que senti quando fui à um dos shows daquela turnê e pude vê-la de pertinho. Desde então, escuto tudo o que ela lança e aguardo seus álbuns com muita ansiedade. Sandy continua a me entender e acho que, por meio de suas letras, nós também podemos entendê-la. Sandy, miga, te amo demais! Conta comigo sempre, viu?


***

Lana Del Rey
Bom, a Lana não chega a ser tão próxima assim e eu meio que a admiro à distância. Nossa relação é como a que tenho com a Alanis, não conheço muito de sua história como artista, porém gosto muitíssimo de suas músicas. Lana tem uma melancolia que sempre me remete a décadas passadas e, ao mesmo tempo, fala diretamente comigo. Gosto da sua voz e da ~atmosfera~ de suas músicas.

A gente se conheceu no verão brasileiro de 2012 e, desde então, sempre nos reencontramos nesta época do ano. Acho completamente inviável a possibilidade de tomar sol e/ou observar o mar sem ter a voz da Lana me acompanhando. Porém, Lana costuma se distanciar durante as outras estações, então, como disse, a gente tem uma relação meio que à distância. Hey, Lana, como é que 'cê tá? O verão 2017 tá confirmado, né?

***

Taylor Swift
Oh, well. Jamais imaginei que um dia colocaria a Taylor Swift na minha lista de cantoras favoritas. Primeiro porque, até uns meses atrás, eu era completamente indiferente em relação a suas músicas e, segundo, porque não aguentava mais o excesso de exposição de sua imagem em todos os lugares que eu ia nesse mundo sem fim da world wide web. Taylor Swift parecia me perseguir e isso me deixava muito desconfortável. Porém, em um belo dia de março de 2016, eu resolvi escutar suas músicas com atenção. E aí, meus caros, a magia aconteceu. Taylor Swift é sensacional.

O que eu mais admiro em suas composições é o fato de que ela fala de coisas muito pessoais - dúvidas, dores, angústias -, porém o faz de um jeito tão universal que é muito difícil não se identificar. E, acreditem, nem tudo é indireta para ex-boy-lixo famoso - e se fosse, qual é o problema? Assim, nos últimos meses tenho escutado a sua discografia de forma exaustiva e confesso que passo muito mais tempo do que deveria pesquisando sobre ela, suas músicas, seu lifestyle, seu guarda-roupa, seus ~namorados~, etc. Sério, eu admiro muito a Taylor Swift e agora não só quero ser parte do squad como acho que o tratamento que ela recebe da mídia é muito absurdo e irei protegê-la a qualquer custo. Ela também virou a minha melhor amiga famosa e amigos se ajudam. Taylor, miga, acabamos de nos conhecer, mas já te considero pakas e pode contar comigo pra tudo, ok?

E esta foi a incrível lista de Cantoras Favoritas da Vida de Michelle. Todas muito boas, inspiradoras, talentosas e recomendadas.

- Michas


10 Comentários

  1. Britney e Sandy são clássicas referências para quem cresceu na década de 2000. Eu era fã das duas também, principalmente da Sandy, cantora responsável por me fazer gastar muito dinheiro em revistinhas e pôsteres, afinal, eu tinha que ter a pasta de recortes mais completa. Hehehe. Depois troquei tudo pelo KLB (guilty pleasure). Lana Del Rey é amor! ❤ 😚

    ResponderExcluir
  2. Eu AMO a Alanis!! Ela é uma das minhas cantoras favoritas of all times, ever! <3 Aprendi inglês com as músicas dela, ela é incríveeeeeeeeeel!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Michas!

    As pessoas podem falar muita coisa da Britney, mas ninguém pode dizer que ela não é inspiradora. Me inspirou e ajudou a dar conta dos 2007s da minha vida. Fora que é uma das melhores artistas pra você bater cabelo na pista, hahahah

    Alanis é a melhor consoladora! Fala que vai dar tudo certo, que a vida é isso mesmo e que a gente tem que aprender com ela.

    Vou admitir que Sandy pra mim só fazia sentido ao lado do Junior. Não porque eu não via talento nela, mas porque depois da separação, assim, como você, eu me afastei da dupla. E aí nunca pensei de novo em ouvi-la sozinha, mas agora que você está falando eu vou dar uma chance :)


    E tem a Taylor. Amada e odiada Taylor. Que causa tanta polemica nos red carpets e divide artistas em dois grupos. Antigamente eu tinha vergonha de dizer que gostava dela. Mas o fato das músicas serem tão pessoais, como você disse, faz a gente lembrar até das nossas questões pessoais e cantar as músicas na nossa versão da vida. Acho isso legal.
    Que bom que você deu uma chance pra ela! Saiu da indiferença e deu a mãozinha. Eu passei da vergonha e agora sou assumida: eu ADORO as músicas da Taylor!


    Adorei suas cantoras favoritas, Michas.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Nicole Fitzpatrick4 de agosto de 2016 10:13

    Que imagens maravilhosasss! Adorei sua edição! E nossa eu amo a Lana! Que post hein, amei.
    http://simplyradioactive.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adorei a lista! Britney <3

    ResponderExcluir
  6. Haha, me identifiquei muito com a questão da pasta de recortes completa! Eu gastava todo o dinheiro do troco do lanche com revistas para poder ter foto e pôster de Sandy & Junior <3 E todo natal e/ou aniversário eu sempre pedia CD novo deles. E eu também tive uma fase KLB, então, te entendo HAHAHAHA
    Não soube muito da vida da Britney até ficar um pouco mais velha e começar a assistir MTV, mas adorava os clipes que passavam na Fox Kids!
    Lana Del Rey é ótima, né? Adoro <3

    ResponderExcluir
  7. Sim, Alanis é incríveeeeeeeeeeel! Tive uma professora de inglês que usou música da Alanis para ensinar palavras novas para a classe, foi bem legal!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Mari :)
    Adorei o comentário!

    Nossa, juro que não entendo como é que as pessoas não enxergam a força inspiradora que é a Britney Spears! A mulher viveu um inferno e agora tá de volta, linda, poderosa e fazendo músicas ótimas para bater cabelo e rebolar a bunda! Adoro <3

    Concordo, Alanis é aquela amiga ótima na hora de consolar! Sempre que tô na bad escuto músicas dela :)

    Confesso que quando Sandy e Junior decidiram sair em carreira solo, pensei que era ali que nossa história terminaria. Mas fiquei tão surpresa e feliz com as músicas da Sandy que me apaixonei de novo e, sério, ela é muito favorita por aqui. Escute sim, Mari, acho que vai gostar. Recentemente, ela lançou uma música com o Tiago Iorc que é só amor <3 O Junior anunciou que vai voltar para a música e eu já tô curiosíssima para conhecer os caminhos que ele vai seguir :)

    Ai, a Taylor! Juro que tenho até medo de mencioná-la em conversas porque nunca sei como as pessoas vão reagir, haha. É muita polêmica para uma moça só! Porém, eu amo, sério. Amo as músicas e tenho um carinho pela Taylor também, gosto dela e irei protegê-la HAHAHAHA

    Que bom que gostou da minha lista! Faz uma também no BEDA, vou adorar ler :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Nicole :)
    Obrigada pelos elogios, fico feliz que tenha gostado do post. <3
    Nossa, a Lana é ótima!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mareska!
    Fico feliz que tenha gostado :)
    Britney é muito favorita!
    Beijos

    ResponderExcluir