Agora que já consegui descansar um pouquinho desde que o BEDA terminou, vou dar continuidade ao meu Projeto Pessoal™ de manter esse blog mais ou menos atualizado. Hoje é dia de sentar e tentar fazer uma prévia do Michas Awards 2016, ou mais ou menos isso. No caso, vou responder a TAG dos 50% - originalmente literária, criada pelo canal Read Like Wild Fire e traduzida pelo Geek Freak -, porém como já estamos em setembro, fiz uma regrinha de três (sou de humanas, mas fica a dica para os futuros vestibulandos: muita coisa pode ser resolvida com regra de três) e agora ela é dos 75%. E como 2016 não tem sido um ano muito gentil no departamento de livros, me tornei uma pessoa das séries. Logo, fiz algumas adaptações condizentes com este meu novo eu. Ah, e nem preciso dizer que ninguém me indicou mas eu resolvi fazer mesmo assim, né? Ok.

Sem mais delongas, senhoras e senhores, peguem seus baldes de pipoca, se acomodem em seus sofás, abram a Netflix em outra aba do navegador e - talvez - adicionem itens às listas de vocês. Shall we begin?



1. A melhor série que você assistiu até agora, em 2016.
Ok, tecnicamente, não existe nenhuma regra que me impeça de responder que a melhor série que assisti até o presente momento é um rewatch, né? Ótimo, porque a melhor série que assisti até agora é  a ~fase clássica~ de Supernatural. Houve um tempo em que a saga dos Winchester era a minha série favorita e agora, mais de dez anos depois do nosso primeiro contato, posso comprovar que estava certíssima por pensar dessa maneira. Definitivamente, é ela a que mais tem me empolgado e me motivado em 2016.
2. A melhor temporada que você assistiu até agora, em 2016.
A partir de agora só vou responder coisas que assisti pela primeira vez em 2016, combinado? Assim, não poderia escolher outra temporada que não fosse a 6ª de Game of Thrones. Ok, ela foi previsível, cheia de fan service e trouxe uns furos no roteiro, mas quem liga? Eu certamente não dou a mínima. Estava há anos sofrendo junto com os coitados dos Stark e finalmente o jogo virou e foi maravilhoso. E teve mais um monte de outras coisas acontecendo e que, na maioria dos casos, favoreceram aos personagens pelos quais torcemos. Teve gente "do mal" morrendo e gente "do bem" vivendo. E teve o oposto também porque, no fim das contas, é de Game of Thrones que estamos falando.

Gif ridículo, porém maravilhoso.
3. Alguma estreia do primeiro semestre que você ainda não assistiu, mas quer muito.
Sinceramente, demorei um pouco para pensar em uma resposta. E ainda assim, só consegui lembrar de Legends of Tomorrow que, sinceramente, nem me empolga tanto assim. Eu gosto das séries de herói da CW e essa aí parecia ser legal pelos episódios introdutórios que tivemos em Arrow e The Flash. Cheguei a assistir ao piloto e gostei, mas aí, me disseram que a série não melhora muito depois disso, então nem sei quando vou assistir. Provavelmente quando a Netflix adicionar ao catálogo.

4. A série/temporada mais aguardada do segundo semestre/fall season.
Obviamente, roubarei  - ou não, porque quem manda nisso aqui sou eu - e responderei três. Supernatural, porque 1) é a série que mais tô amando em 2016 e 2) o plot twist do último episódio tem me tirado o sono. The Flash, porque eu fico genuinamente feliz enquanto assisto Barry e seus amigos aprontando altas confusões e salvando Central City de vários apuros. E já que não teremos temporada de Doctor Who esse ano  - WHY GOD WHY ARE YOU DOING THIS TO US -, me contentarei em apenas aguardar ansiosamente pelo especial de Natal.

2016: um belo ano para ser Amelia Pond.
5. A série/temporada que mais te decepcionou esse ano.
A 11ª temporada de Supernatural. Oh, well...não se pode ter tudo nessa vida, né? Acho que estávamos no caminho certo até que chegamos ao episódio 20 e tudo desandou. Até que rolou uma tentativa de se redimir nos últimos instantes da finale, mas ainda assim fico profundamente chateada quando penso na decepção. WE COULD'VE HAD IT ALL.

Supernatural, how can you care so little about yourself? Me ajuda a te ajudar pfvr.

6. A série que mais te surpreendeu esse ano.
Roubarei novamente e citarei duas. Black Sails, porque jamais imaginaria que uma série sobre piratas, que é, na verdade, um prequel para adultos de A Ilha do Tesouro, de Robert Louis Stevenson, poderia dar certo. Mas deu muito certo e eu amei. E, claro, não poderia deixar Stranger Things de fora da lista porque acho que é uma unanimidade amar essa série que mal conhecemos mas já consideramos pakas.
7. A sua quedinha por personagem fictício mais recente.
Definitivamente, Caleb Rivers, de Pretty Little Liars. Irei parar por aqui porque já dediquei um post inteirinho aos meus crushes fictícios de séries de TV e vocês podem ler tudo o que eu penso sobre Caleb lá.

8. Seu personagem favorito mais recente.
Olha, 'cês precisam entender que poucos personagens conseguem tirar o lugar de Dean Winchester, que é favorito sempre, e como o candidato mais forte ao cargo se absteve de comparecer porque provavelmente se perdeu em um monte de timey wimey wibbly wobbly stuff, vou inventar uma resposta estranha. Assim, meu personagem preferido mais recente é o squad de mentirosinhas de Pretty Little Liars.
9. Uma série que te fez chorar nesse primeiro semestre.
Sem sombra de dúvidas, Downton Abbey. Para ser justa, a série sempre me fez chorar e acho que é realmente impossível assistir qualquer episódio sem que isso aconteça. Porém, dessa vez a magnitude do choro foi absurda porque não só tive que lidar com o constante sofrimento que é Downton Abbey, como também fui obrigada a me despedir de tudo aquilo porque alguém achou que seria legal finalizar a série. Obviamente, uma péssima decisão e só poderia resultar em choro.
10. Uma série que te deixou feliz nesse primeiro semestre.
Full House e Fuller House, simplesmente porque não existe outra alternativa a não ser ficar feliz quando se assiste a uma série (convenhamos, é uma série só) em que finais tristes não existem e tudo é tão lindo que terminamos os episódios sentindo cheiro de ternura e acreditando em unicórnios que cavalgam em nuvens de açúcar. <3

11. Quais séries/temporadas você quer muito assistir até o final do ano?
A 2ª temporada de Marco Polo, série que gostei bastante de conhecer no ano passado e que tô enrolando demais para continuar. E se a Netflix me ajudar, também quero assistir a 1ª temporada de Supergirl.

Para concluir esse balanço geral do que rolou nas telas do meu computador e da minha televisão, gostaria de fazer uma menção honrosa à Orphan Black, que não apareceu em nenhuma das minhas respostas, mas me entregou ótimos episódios e já me deixa com aquele sabor amargo na boca por saber que o fim está próximo e logo terei que me despedir das sestras.

***
A tag original tem quinze perguntas, mas como não consegui pensar em boas adaptações para novo autor favorito, melhor adaptação cinematográficaminha resenha preferida e livro mais bonito, optei por deixá-las de fora. Mas se você quiser responder e adaptar as perguntas que eu excluí, pode ficar à vontade.

PS: fiz algumas mudanças no layout e aproveitei para mudar o cabeçalho do blog porque depois de um mês olhando para a cara dele todos os dias, não aguentava mais. Sentirei saudades das sereias, mas foi bom enquanto durou.


4 Comentários

  1. Oi, Michas. Adoro séries mas a Netflix super me acostumou mal. E agora tenha preguiça de baixar sendo assim estou atrasada em várias. :(
    Quero resolver isso logo. Só não sei como ahhaah
    Já fui muito fã de Supernatural e sei lá porque mas abandonei a série e tem muito tempo! Mas às vezes bate uma saudade.
    Outra série que tb já fui super fã e larguei de mão foi PLL. Mas tem um tempo que vi uns gifs por aí que me deixaram curiosa e com vontade de ver. Como tem na Netflix, as chances para voltar a assistir são enormes. hehehe
    Amo GOT e essa temporada foi ótima. Ri horrores com esse gif.
    Stranger Things é amor d+!

    beijos
    www.jeniffergeraldine.com

    ResponderExcluir
  2. Preciso voltar a ter paciência pra séries, mas enquanto ela não volta, eu me jogo em Steven Universe xD

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jeniffer :)

    Nossa, te entendo muito com essa história de ficar mal acostumada por causa da Netflix. Hoje são pouquíssimas as séries (acho que duas, no máximo) que acompanho direitinho e o faço mais para evitar spoilers do que por qualquer outro motivo. De forma geral, acabo preferindo fazer maratona de temporada.

    Eu vivo uma relação estranha com Supernatural. De fato, tem muito amor envolvido. Teve umas épocas em que me afastei da série, mas algo sempre me fez voltar e esse ano tô me apaixonando por tudo aquilo de novo, haha. Tô super ansiosa pela temporada nova.

    Comecei Pretty Little Liars esse ano por causa da Netflix e acho que isso me fez ficar presa à série. Pausei um pouco na quinta temporada, mas até o fim do ano me atualizo. Acho a série tão mirabolante e viciante que não consigo largar, mesmo quando nada faz sentido.

    Game of Thrones e Stranger Things <3 <3 <3

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. É isso aí! Quando uma forma de diversão não tá rolando, a gente se entrega à outra! <3
    Espero que sua paciência para séries volte logo! :)

    ResponderExcluir