Daí que a primeira semana de quase-BEDA tá chegando ao fim e por aqui tá rolando um pouco de fracassinho já que 1) deixei de postar um dia essa semana e 2) começo a escrever este post às 22h28 do dia 7 de abril. Ah, também não sei muito bem o que será do post de domingo. Mas tudo bem, vai dar tudo certo e no final do mês teremos 15 posts (ou mais! Sou brasileira, after all). A ideia é que alguma coisa mais reflexiva e ~autoconhecedora~ surja no meio disso tudo e enquanto isso não acontece, a gente se vira na medida do possível com os memes disponíveis nessa internet de todos nós, ok? E já que 2017 tem se mostrado um ano de filmes por aqui (apesar de nem de longe estar assistindo a quantidade que gostaria), a escolha da vez é sobre isso. No caso, as perguntas são de um meme cujo nome desconfio que seja Com que filme eu vou? e que vi no blog da minha amiga Sharon. Sem mais delongas, vamos lá!

Qual foi o último filme que você assistiu?
Rock of Ages: O Filme (2012), que desconfio que seja o meu musical preferido no presente momento. Adaptada do musical da Broadway, a história é ambientada na Hollywood do fim dos anos 1980 e nos apresenta à Sherrie e Drew, dois jovens que sonham em viver de música. Obviamente eles vão se apaixonar e obviamente vai ter uma série de obstáculos em seus caminhos. Paralelamente, acompanhamos também a história de Stacee Jax, um rockstar meio falido e que tá tentando se encontrar, além da ~ala conservadora~ que quer acabar com a influência do Rock na cidade. A história é muito básica e completamente previsível, mas aaaaaaah, tão boa! As músicas são ótimas, só clássicos do rock-farofa tipo Bon Jovi, Poison, Journey, etc. E, claro, Tom Cruise todo trabalhado na vibe Axl Rose.
Um filme que você quer muito ver?
Olha, difícil responder apenas um porque 2017 tá cheio de lançamentos interessantes. Os primeiros em que consigo pensar são Mulher Maravilha e, obviamente, Star Wars - Episódio VIII: O Último Jedi (eu perco o sono só de pensar nesse filme, sério). Contudo, preciso dizer que meu coração é completamente vendido para a franquia Piratas do Caribe desde que eu tinha 13 anos e, por isso, tô sim bem ansiosa para a próxima aventura daquela capitão pirata lá interpretado por aquele ator lá. Me deixem. #paz

Um filme para chorar?
Lion: Uma jornada para casa (2016). Não sou uma pessoa que chora muito assistindo filmes, apesar de me emocionar bastante e chegar bem perto de derramar algumas lágrimas. Lion é um desses casos e foi uma grata surpresa. Na minha ~maratona Oscar 2017~, não estava muito empolgada para assistir ao filme, mas resolvi arriscar e que bom que o fiz porque o filme é lindo, gente. Nada menos que isso. Acompanhar a história do pequeno Saroo depois de se perder do irmão em uma estação de trem em Calcutá e passar por muitos perigos até ser adotado por uma família autraliana foi uma emoção enorme e os sentimentos só se intensificaram quando descobri - só no final! - que era uma história real. É um filme para chorar sim, mas daqueles que te deixam com esperança.

Um filme para rir?
Na real, meu senso de humor é bem besta e eu só dou risada com filmes infantis ou que tenham um forte apelo para esse tipo de público. Então, eu morro de gargalhar com coisas tipo Meu malvado favorito (2010), A creche do papai (2003), Doze é demais (2003), etc. Outro que sempre me faz rir é As Branquelas (2004), que não é nada infantil, mas né. Ah, e lembro de ter me divertido absurdamente com o primeiro Se beber, não case (2009). Não desistam de mim, por favor.

Um suspense?
Psicose (1960), não só porque sou muito óbvia, mas porque MEU DEUS, HITCHCOCK, QUE FILME! Perdoem o berro, mas é que esse filme. Esse filme. Não sei como, mas consegui ser uma pessoa de sorte que, mesmo crescendo com aqueles comerciais da TNT nos anos 1990, não sabia muito do enredo de Psicose, de forma que tudo foi uma surpresa quando assisti. Lembro de estar sentada com a minha irmã no sofá e de não conseguir desgrudar os olhos da televisão. A gente gritava!, a gente berrava ordens aos personagens!, a gente não conseguia lidar com Norman Bates! E aquela música. Aquela música. QUE FILME. Assistam, por favor.

Um filme para ver com a família?
Aqui a gente sempre foi muito adepto daquelas histórias de aventura com um pouco de ação. Então, a única escolha possível é Indiana Jones - inclusive, assisti ainda criança em VHS, com meus pais e baldes de pipoca. Foi uma ótima experiência, recomendo. Particularmente, tenho um fraco por histórias de exploradores com um quê de arqueologia, de forma que os filmes do Indiana Jones são um prato cheio. Gosto de todos (mentira, desde 2008 que não revi o 4º), mas se tivesse que escolher um preferido, diria que é A Última Cruzada (1989). Gente, o Harrison Ford!!! Assistam, por favor [2].

Um romance?
Já nos conhecemos há um tempo considerável e, por isso, acho que chegou o momento de vocês saberem que...eu não gosto de romances. É, pois é. Não é o tipo de filme que me empolga, fico entediada e começo a contar quanto tempo falta para o filme terminar. Contudo, óbvia que sou, escolhi uma resposta igualmente óbvia: Titanic (1997), apenas porque jamais superei Jack e Rose (tô chutando aqui porque não sei bem se o filme é um romance, mas bear with me). Agora, se falarmos de comédias românticas, podemos chegar a algum lugar. A minha preferida é Letra e Música (2007), simplesmente porque Hugh Grant é meu ultimate crush de filmes do gênero e aqui ele também canta e meu coração se vende muito rápido. E, claro, a Drew Barrymore está adorável demais. Assistam, por favor [3].


Um filme lindo?
Capitão Fantástico (2016). Esse filme me tocou tanto, mas tanto, que fico com medo de rever e perceber que nem é tudo isso (apesar de que acho que é sim). Adoro tudo sobre esse filme: o Viggo Mortensen excelente no papel principal, a relação entre pai e filhos, a forma completamente não convencional como os filhos são criados, a maneira como aquela família enxerga a-vida-o-universo-e-tudo-mais, a fotografia, os diálogos, a trilha sonora. QUE FILME! Um dos meus preferidos no momento e, espero, da vida também. Assistam, por favor [4].
Um filme para morrer de medo?
O bebê de Rosemary (1968). Vejam bem, eu não tenho medo de filmes de suspense/terror, assisto tudo numa boa, me divirto, levo uns sustos, mas a vida segue e tá tudo bem. Só que esse filme me deixou absolutamente perturbada por semanas. Não é porque mexe com o sobrenatural (não acredito muito nessas coisas), não é porque tem demônio, não é porque tem uma das cenas de abuso mais tenebrosas que já assisti. Eu não sei o que é, só sei que tenho pavor desse filme e não tenho planos de rever tão cedo. Sério, que medo.

Um filme de ação?
Qualquer um desses com agentes secretos que desafiam as leis da física, com cenas de perseguição com carros, gente lutando pelas ruas de países de terceiro mundo e correndo contra o tempo. 007, Missão: Impossível, Jason Bourne e todos os outros que seguem essa linha. Um que achei bem legal é Kingsman: Serviço Secreto (2014).  Sempre esqueço da história, mas me divirto bastante enquanto tô assistindo. E faz anos que tenho uma ~afinidade gratuita~ por filmes com Matt Damon e Tom Cruise.

Um filme que não vale à pena?
O Turista (2010), simplesmente porque não me canso de dizer o quanto esse filme é ruim e sem sentido. Não assistam, por favor.

Um filme para o feriado?
Tenho para mim que feriado é uma coisa muito good vibes, principalmente na Páscoa - no caso, tô ignorando completamente o real significado da data e focando apenas nos chocolates. Então, acho que um bom filme seria Cantando na chuva (1952), que é uma delícia de assistir e passa uma ótima sensação de abraço e conforto. Benny & Joon (1993) também é uma boa pedida porque sempre me faz sorrir (disclaimer: aquele ator lá que faz aquele capitão pirata lá tá no filme, just saying. Mas se você costuma separar bem as coisas, assista sim, por favor, é lindo.). E acho que Guardiões da Galáxia (2014) também é super válido já que o segundo filme chega no fim do mês.

Uma animação?
Spirit - O corcel indomável (2002). Confesso que fico um pouco ofendida com o quanto essa animação é subestimada. O que é uma pena, porque a história é emocionante, a trilha sonora é sensacional (em inglês, com o Bryan Adams, e em português, com o Paulo Ricardo), os personagens são muito cativantes e, de uma forma geral, acho que a ~mensagem~ do filme também pode trazer algum conforto aos eternamente desajustados. Assistam, por favor [5].

Um filme que todo mundo tem que ver?
Na natureza selvagem (2007), porque eu decidi que é a minha missão na terra enaltecer esse filme e essa história e fazer com que o maior número de pessoas chegue até eles. Sabe aquele tipo de história que te faz refletir sobre a vida e a questionar as suas escolhas? Então, o filme segue por aí. E ele também faz a gente pensar sobre o ser humano, a vida em sociedade, a necessidade (ou não) de companhia, a importância do contato com a natureza e mais um monte de coisas que eu acho que nem descobri ainda. E a trilha sonora, MEU DEUS, A TRILHA SONORA. Eddie Vedder, apenas. Assistam, por favor [6].

Um filme que você já assistiu três vezes ou mais?
Vixe, impossível responder só um e vou poupá-los da lista de animações da Disney, porque né. Mas, assim, os cinco primeiros em que consigo pensar são a trilogia De volta para o futuro (1985), Os infiltrados (2006),  todos os Piratas do Caribe (2003), Curtindo a vida adoidado (1986) e 10 coisas que eu odeio em você (1999). E tem mais um monte que eu não vou citar porque preciso terminar o post.

Caso eu tenha esquecido de enfatizar, todos os filmes que eu mencionei merecem muito ser assistidos e, por isso, recomendo bastante. Menos O Turista, que é péssimo e não merece nada de ninguém.

 ★



2 Comentários

  1. Eta, peguei várias dicas.
    Tb acho que o cinema em 2017 está bombado. E estou super ansiosa para ver Mulher Maravilha.
    Botei na lista: Capitão Fantástico e Na Natureza Selvagem.
    Eu quero muito ver Lion.
    Bjão
    www.jeniffergeraldine.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua lista, sobretudo na parte do Corcel Indomável. Pensa num filme que me dói o coração. Particularmente prefiro a Dreamworks à Disney, por esse filme, O príncipe do Egito, e meu amadíssimo Caminho para El Dorado ♥

    Os que não vi, anotarei para ver. Não gosto de musicais, mas o Tom Cruise está tão lindinho que fiquei curiosa!

    ResponderExcluir