Metas Literárias para 2018


Depois de dizer que não faria mais esse tipo de coisa, aqui estou, mais uma vez, estabelecendo metas literárias para 2018. Por mais que metas não funcionem muito bem comigo - juro que meu cérebro perde o interesse nelas no momento em que as estabeleço -, sinto que nos dois últimos anos tudo ficou muito desorganizado e, apesar de ter feito boas leituras, não li nem metade do que eu realmente quero ler. Então, penso que planejar minha vida literária em 2018 pode me ajudar. E sim, eu sei que já passamos da metade do mês, mas bear with me. Todo dia é dia de estabelecer novas metas (risos).


Ler todos os dias
Eu simplesmente perdi o hábito e acho que é uma das principais razões para o meu ritmo de leitura ter diminuído. Não acho que seja uma meta impossível, mas sinto que será um pouco trabalhoso, considerando a quantidade de distrações existentes nesta internet de todos nós. Prometo me esforçar.

Escrever sobre todas as leituras que fizer
Quando fui gravar o vídeo com as melhores leituras de 2017, o maior obstáculo que encontrei foi a dificuldade para me lembrar do porquê de ter gostado do que tinha lido. Não o aspecto geral, mas os pequenos detalhes que fizeram aquelas leituras especiais para mim. Por isso, preciso voltar a fazer registros mais concretos e como sei que fazer um vídeo para cada leitura pode ser um pouco cansativo, quero pelo menos escrever sobre as experiências. De preferência, aqui no blog.

Manter o foco
Essa vai ser difícil, mas também prometo me esforçar. Apesar de não considerar a possibilidade de ler apenas um livro de cada vez - fazer isso atrapalharia a meta de ler todos os dias, já que alguns livros são mais densos e exigem um momento mais oportuno, o que nem sempre é possível -, quero reduzir a quantidade de leituras realizadas ao mesmo tempo. Acho que estabelecer metas mensais também pode me ajudar a não perder o foco, desde que sejam flexíveis. Quero tentar essa estratégia.

Comprar menos livros
Menos livros na estante, menos tentações para fugir do foco, certo? Além disso, ando meio assustada com a quantidade de livros que quero muito ler, mas que ainda estão esperando na fila depois de quatro anos! Apesar de ter reduzido muito a quantidade de compras de livros físicos, perdi completamente o controle quando o assunto é e-book. Então, mesmo que o acúmulo não seja visível, quero evitar esse tipo de compra também.

Usar a TBR Jar
Todo ano digo que vou usar o potinho de sorteios de livros, mas a verdade é que se li dois livros sorteados, foi muito. Logo, quero me esforçar de verdade em 2018 neste aspecto, já que sinto que é uma ótima forma de movimentar a estante e também de me lembrar de ler livros que estão há muito tempo na estante. Fora que é bem legal o elemento surpresa do sorteio, né? E para garantir que não vou abandonar o barco dessa vez, vou levar o desafio para o canal. #spoilers

Ler mais livros em inglês
Além de eu ter terminado o curso, veio a crise e os livros em inglês ficaram muito caros. Contudo, ainda tenho alguns livros comprados em 2013/2014 e que não foram lidos, sem contar o acúmulo de e-books no Kindle e no Kobo. Ou seja, a única explicação possível para ter lido pouco em inglês é a preguiça e não gosto disso. Então, vou me esforçar para ler pelo menos um livro por mês (começando a contar em fevereiro, porque já estamos na metade de janeiro e a TBR já tá montada). (Risos).

Ler pelo menos um livro de cada autor da lista de autores para 2018
Bem autoexplicativo. Realmente, não é impossível e já faz um tempo que quero conhecer o trabalho de Érico Veríssimo, Milton Hatoum, Stephen King, Lygia Fagundes Telles e Elena Ferrante. No total, são apenas cinco livros e se eu colocar um por mês, o desafio estará cumprido em maio. Comentei as possíveis leituras de cada autor no vídeo.

Completar o desafio dos 8 livros para 2018
Todo ano eu fracasso nesse tipo de desafio e, sinceramente, não aguento mais. Então, esse ano quero muito conseguir concluir e vou me esforçar de verdade. Como disse no vídeo, escolhi livros que quero ler faz tempo, assim como alguns interesses recentes e o resultado foi uma lista bem mesclada e que me deixa bem empolgada. Espero chegar em dezembro feliz com o resultado.

Ler pelo menos um livro de cada projeto do blog/canal
Até o momento, estou fazendo cinco projetos de leitura sem prazo para conclusão. Porém, eles precisam avançar, certo? Então, se conseguir ler pelo menos um livro de cada projeto ao longo do ano, ficarei satisfeita.

Completar a (re) leitura da série do Cemitério dos Livros Esquecidos
Como toda regra tem sua exceção, o único projeto que quero realmente concluir até o fim do ano é o do Cemitério dos Livros Esquecidos, do Carlos Ruiz Zafón, que comecei em 2017 e...deixei pra lá. Fiz a releitura apenas do primeiro livro, mas tenho doze meses e meio para fazer algo a respeito.

***

Sempre gosto de ressaltar que leitura é, para mim, uma atividade prazerosa e, por isso, deve sempre ser divertido. Então, apesar de me impor algumas metas, não há problema algum em desistir delas se eu sentir que perderam a graça e estão transformando algo que gosto de fazer em uma obrigação. O importante é ser feliz, gente.

2 comentários

  1. Ler todos os.dias tem q ser minha única meta pra esse ano rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lua!
      Te entendo. Por aqui estava assim desde o ano passado, mas nos últimos meses tenho conseguido ler com mais frequência. Não digo que tenho lido todos os dias, mas quase todos os dias. Nos finais de semana tem sido mais difícil, com tantos filmes e séries para acompanhar, haha. Mas o importante é não desistir e, principalmente, não se forçar a ler quando não sentir vontade.
      Eu coloquei a meta porque tenho um hábito de procrastinar minhas leituras, sabe? E aí, fico perdendo tempo na internet...
      Força para você! Espero que consiga ler todos os dias!
      Beijos e obrigada pela visita e pelo comentário <3

      Excluir