Sobre os projetos literários


Talvez vocês não se lembrem, mas eu costumava fazer projetos literários por aqui. O procedimento é sempre o mesmo: o ano vira, a gente se empolga com as metas, cria desafios que são levados por dois ou três meses e...nos esquecemos. Não sei se é assim com todo mundo, mas comigo é. O que não quer dizer que eu tenha desistido deles, apenas me distraí, acabei me atrapalhando e o meu desempenho foi diferente do que eu imaginava. Porém, não desisti. Já que uma das minhas metas para 2018 é manter o foco, penso que os desafios poderão ser de grande auxílio, além de um enorme incentivo para que eu leia todos os dias. 

Louca que sou, já comecei a planejar mais três projetos para começar este ano, mas antes de compartilhar, acho que é uma boa ideia fazer uma atualização daqueles que estão em andamento.


Lendo As Crônicas de Nárnia
Comecei em janeiro de 2014 e com a intenção de terminar naquele mesmo ano, porém, com o passar dos meses, meu interesse pelas histórias foi diminuindo e resolvi pausar. Como foi um projeto que levei também para o YouTube, justamente no ano em que houve um boom de canais literários, os comentários me mandando retomar o projeto - como se eu devesse alguma satisfação - foram tão incômodos que ~peguei bode~. Porém, gosto de Nárnia e quero voltar eventualmente. Até o momento, li as três primeiras histórias em ordem cronológica e já fiz textos e vídeos para elas. A próxima leitura será Príncipe Caspian, que cheguei a ler em 2014, mas como não fiz vídeo, terei que reler. Outra coisa que quero fazer por aqui é escrever sobre as adaptações e o primeiro texto será sobre O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa. (Mais informações e links para resenhas)

Leia Mulheres
Este é um daqueles projetos que nunca terão uma data de conclusão. Ainda não tenho certeza da quantidade de livros que li desde 2015, mas sinto venho mantendo um equilíbrio entre autores e autoras e quero manter assim. Infelizmente, não dei conta de seguir a minha TBR proposta no post anterior e dos 15 livros, li apenas três - sem considerar obras de Jane Austen e Agatha Christie. Pretendo fazer um post específico de atualização para este projeto, no qual é possível que estabeleça algumas metas e selecione as próximas leituras. (Mais informações e links para resenhas)

Embarque Literário
A ideia é ler um livro de cada um dos países do planeta e eu não tenho pretensão alguma de concluir tão cedo. Ou seja, também é um projeto longo, para a vida toda. Na apresentação, me propus a ler 13 livros, dos quais só li 5 e mais dois que não estavam na lista original. Também irei fazer um post específico sobre o projeto para explicar algumas alterações que fiz e compartilhar a lista das próximas leituras. Até lá, digo apenas que este é um dos projetos que mais me empolgam! (Mais informações e links para resenhas)

The Austen Adventures
Comecei em 2014 com a intenção de ler um livro por ano, mas faz dois anos que está encalhado. Para ser justa comigo, admito que não ando muito interessada em livros clássicos e como não gosto de me forçar a ler, optei por pausar o projeto até que sinta vontade de retomar. A próxima leitura será Orgulho e Preconceito e também quero fazer posts sobre as adaptações para cinema e televisão. (Mais informações e links para resenhas)

Além desses projetos, quero voltar a usar o TBR Jar e, por enquanto, a ideia é sortear um livro novo apenas quando tiver lido o anterior. Lá no canal, também iniciei mais dois projetos: Lendo Agatha Christie e Cemitério dos Livros Esquecidos, mas como estão pausados, vou deixar para explicar como funcionam, assim como as alterações que fiz, quando forem retomados.

Um comentário

  1. Acho que o volume único de As Crônicas de Nárnia deve ser o livro mais antigo não lido na minha estante HAHAHA, que vergonha! E talvez ele fique mais um tempo lá, porque não planejo lê-lo em 2018. Optei por selecionar 12 livros como uma "meta base" para este ano... e indo na contramão de você, escolhi clássicos, metade deles brasileiros. Jane Austen também está nessa lista, com Razão e Sensibilidade. Nunca li nada dela. Fora isso, o único projeto a que aderi foi o de leitura de Dostoiévski em ordem cronológica, organizado pela Isa Vichi, do canal Lido Lendo. Não pretendia participar de projeto nenhum, mas ela montou um cronograma bem tranquilo e achei uma boa oportunidade de me iniciar na literatura russa.
    Curti seu projeto para ler mais autoras. Eu faço uma planilha desde 2016 para registrar os livros lidos, e ela gera gráficos que me mostram gênero do autor, país de origem, gênero do livro e editora. Comecei com essa planilha justamente depois de desconfiar que não lia mulheres com frequência.
    Achei sensacional a página do seu projeto Embarque Literário! Até favoritei a página para me inspirar. Metade dos livros que li nos últimos dois anos é de autores dos EUA. Tenho procurado diversificar nas leituras de ficção, já que os livros técnicos (administração, desenvolvimento pessoal) que leio e estudo normalmente são de autores dos Estados Unidos. Também tento equilibrar com leitura de autores brasileiros.
    Não havia comentado antes, mas adorei que você retomou o blog. Gosto do seu canal no YouTube também, mas tenho uma queda por blogs rsrs, então fico feliz que você esteja escrevendo. Um beijo!

    ResponderExcluir